Guia das Melhores Dietas | O mais completo da internet

Por  |  2 Comentários

O que é bom para mim pode não ser para você, ou seja, cada pessoa precisa procurar as dieta que mais se adequarem ao seu biotico e estilo de vida. Radicalismos e remédios por conta própria só trarão problemas e frustrações.

O médico nutrólogo Alexander Luiz Gomes de Azevedo, autor do livro “As 11 Dietas mais Famosas do Mundo – A Escolha é Sua!” aborda as dietas mais populares e que comprovadamente dão resultado. Conheça algumas que, segundo ele, não agridem o organismo e possibilitam a perda de 7 a 10 kg em 10 dias.

E neste super guia você encontrará também dicas para emagrecer de forma rápida COM SAÚDE e também de forma lenta, mas definitiva, além de conhecer mitos sobre saúde e dietas de algumas das mulheres mais lindas e famosas do mundo.

As melhores frutas para sua saúde.


Dieta do Tipo sanguíneo

Cada organismo está preparado para assimilar um determinado alimento. “A dieta do tipo sangüíneo é muito boa, pois faz um bom balanceamento de todos os grupos alimentares”, garante o Dr. Alexander.

Alimentos permitidos:

Tipo O: os que têm sangue tipo O são carnívoras por natureza, por isso têm mais facilidade de digerir carne vermelha.

Tipo A: o sistema digestivo das pessoas desse grupo é mais sensível e, por isso, assimilam melhor os vegetais, peixes, cereais, leguminosas e frutas.

Tipo B: verdadeiros amantes de laticínios, são supertolerantes ao leite e seus derivados.

Tipo AB: os donos desse tipo sangüíneo aceitam comida misturada, mas com porções equilibradas.

Alimentos proibidos: Tipo O: produtos de trigo, como pães e gérmen de trigo, além dos derivados do leite são bem nocivos às pessoas com esse tipo.

Tipo A: devem-se manter afastados da carne vermelha.

Tipo B: aves e milho são alimentos extremamente nocivos para os integrantes desse tipo.

Tipo AB: carne bovina, de porco e frango, além de leite integral e alguns derivados como queijo brie e parmesão, não são bem-aceitos pelo organismo portador de sangue AB.

Vantagem: os programas incluem todos os grupos alimentares para todos os tipos de sangue.

Desvantagem: o que depõe contra é que o programa alimentar baseado no tipo sangüíneo ainda não tem comprovação científica.

Dieta Vegetariana

É muito mais uma filosofia de vida. A origem é milenar e consta que os primeiros povos a aderirem foram os budistas e indianos, por questões religiosas. Mas hoje existem diversos tipos de vegetarianos – desde os que se alimentam somente de vegetais até os que consomem ovos ou laticínios e derivados de animais.

Alimentos permitidos:

Todos os alimentos de origem vegetal são aceitos e, dependendo do grau de vegetarianismo, são permitidos queijos, leite e derivados, ovos e carnes brancas.

Alimentos proibidos:

Carne vermelha é proibidíssima!

Vantagem: um regime sem carnes diminui o consumo das gorduras saturadas e os riscos de doenças cardiovasculares.

Desvantagem: o vegetariano sofre por causa da deficiência de cálcio e ferro. Em alguns casos precisa ingerir suplementos alimentares para não ficar anêmico. “Os vegetarianos também envelhecem mais rápido já que têm deficiência nutricional”, conta o Dr. Alexander.

Dieta da sopa

Muita gente já pelo menos tentou fazer esse regime, à base de uma sopa de verduras que pode ser consumida à vontade durante todo o dia. A origem da receita é completamente desconhecida. Mas o resultado é verídico. “A dieta da sopa pode fazer você perder de três a sete quilos em uma semana. Mas é preciso ter cuidado. Manter esse regime por mais de sete dias pode ser uma agressão ao organismo”, esclarece o nutrólogo.

Alimentos permitidos:

Além da sopa, permite a ingestão de frutas, como maçã, melancia, melão, mamão, banana; além de legumes e verduras crus ou cozidos; água e chás à vontade. Nos últimos dias libera filé de frango e bife grelhado. Mas tudo tem que ser consumido rigorosamente como manda o cardápio.

Alimentos proibidos:

Durante esses sete dias da dieta fica proibido ingerir qualquer tipo de fritura.

Vantagem: rápida perda de peso.

Desvantagem: é muito severo na ingestão de carboidrato, cortando radicalmente esta fonte de energia do organismo.

Dieta do mediterrâneo

Baseada no consumo de azeite de oliva, essa dieta – criada pelo médico Ancel Keys em 1945 – tem na culinária do Mediterrâneo sua grande fonte de inspiração. A alimentação propostaoferece pequena quantidade de gordura saturada. A explicação para o emagrecimento é que o azeite faz um equilíbrio com a gordura animal.

Alimentos permitidos:

Pode-se consumir gorduras monoinsaturadas, ômega 3 (salmão, atum, anchova, sardinha), ômega 6 (óleos de canola, milho, girassol e soja, azeite de oliva, sementes de gergelim, girassol, castanhas e nozes), além de frutas cítricas, verduras e até o vinho.

Alimentos proibidos:

Gordura saturada, carne vermelha, doces e açúcares em geral não são proibidos. Mas o consumo é bastante moderado.

Vantagem: protege o coração contra enfartes, diminui o risco de câncer, retarda os danos ao cérebro causados pelo envelhecimento e aumenta a longevidade.

Desvantagem: o grande consumo de vinho pode ser um problema. “É preciso tomar cuidado para não virar dependente”.

Dieta ortomolecular

O programa nutricional ortomolecular, formulado pelo químico americano Linus Pauling, é um dos preferidos dos artistas ultimamente. Isso porque o objetivo é restaurar o equilíbrio bioquímico do organismo controlando a ingestão dos alimentos. “A dieta é interessante porque nutre o corpo com todas as classes de nutrientes. No entanto, é preciso tomar cuidado com a quantidade de suplementos vitamínicos e minerais que prescritos”, alerta o Dr. Alexander.

Alimentos permitidos:

Quase todos os alimentos são permitidos, principalmente os antioxidantes. O programa alimentar substitui os alimentos industrializados pelos frescos, carboidratos integrais e dá preferência à proteína com baixo teor de gordura, como peixes, ave, avestruz e clara de ovo.

Alimentos proibidos:

A alimentos industrializados, carne vermelha e gema de ovo. O carboidrato simples é expressamente proibido na última refeição do dia.

Vantagem: a alimentação é bastante balanceada e abastece o organismo com todos os nutrientes necessários. Além disso, melhora pele, cabelo, unhas, ajuda a prevenir problemas cardíacos e melhora o funcionamento do intestino.

Desvantagem: ainda é rejeitada pela classe médica, já que prescreve a utilização de suplementos de vitaminas e minerais diariamente.

Dieta da pirâmide dos alimentos

A primeira versão dessa dieta, criada em 1992, pelo United States Department of Agriculture deu tão certo que foi atualizada em 2005. Ela tem uma orientação simples e bem equilibrada. “A dieta da pirâmide é uma das mais aconselhadas como reeducação alimentar”, conta o autor do livro.

Alimentos permitidos:

Todos são permitidos. O negócio é respeitar o estreitamento da pirâmide. Cada faixa representa um grupo alimentar, sendo que a atividade física é a sua base e os doces estão lá no topo.

Alimentos proibidos:

Nessa dieta não há restrição de nenhum grupo alimentar.

Vantagem: todos os grupos alimentares são consumidos diariamente, o que garante o bom funcionamento do organismo.

Desvantagem: quando bem-feita, não tem desvantagens.

Vigilantes do peso

A Organização Vigilantes do Peso (Weight Watcher) foi fundada na década de 60 por Jean Nidetch. O objetivo principal é o incentivo. Em 2005, foi instituído ao programa o sistema de pontos. Cada alimento tem um número determinado de pontos e os participantes têm uma cota diária a seguir.

Alimentos permitidos:

Todos os alimentos são permitidos. A dieta também permite a combinação de carnes, massas, doces e pães.

Alimentos proibidos:

Não proíbe nenhum tipo de alimento, desde que sejam respeitadas as quantidades estabelecidas pelo método.

Vantagem: a liberação do consumo de qualquer grupo alimentar.

Desvantagem: a organização não se preocupa com exames clínicos nem prescreve acompanhamento médico.

Segredos das dietas das celebridades

Quem teve a oportunidade de acompanhar no último domingo (02) o Programa Eliana, deve ter visto um quadro com a participação da nutróloga Liliane Oppermann desvendando os segredos das dietas das celebridades. E quem não pôde assistir, vou resumir aqui, segundo a nutróloga, o que as celebridades fazem para manter o corpo.

Nutróloga Liliane Oppermann no Programa Eliana

Algumas mulheres mais invejadas do mundo, como a top model Gisele Bündchen, a duquesa Kate Middleton e a atriz Penélope Cruz, parecem que fazem milagres para manter a boa forma. Mas não se engane. Tudo é devido a uma alimentação bem regrada. Acompanhe aqui as dietas mais saudáveis mostradas no programa e também os vilões do cardápio.

Dieta da lancheira saudável | Cameron Diaz e Keira Knightley

A lancheira que você usava na época da escola pode ser útil agora numa versão mais adulta. A nutróloga Liliane aprova essa dieta e também admira quem a faz. A dieta da lancheira é aconselhável para quem sai pela manhã para trabalhar e passa o dia inteiro fora de casa, sem saber nem se terá tempo para um almoço ideal. Separe em potinhos os lanchinhos para você comer num período de 3 em 3 horas. Invista em salada com vários tipos de alface, rúcula, tomate-cereja, frango desfiado, kani kamma, queijo branco e nozes. Leve sucos naturais que tenham bastante vitamina C, o de acerola por exemplo. Para a sobremesa, uma fruta, e para o lanche da tarde, um cereal com iogurte.

Dietas

Dieta de Dunkan | Kate Middleton, Jennifer Lopez e Penélope Cruz

É a famosa dieta da duquesa Kate, pois antes de se casar com o príncipe William, ela teria reduzido suas medidas usando esse método. Uma dieta rica em farelo de aveia, proteínas e vegetais que promete acabar com o efeito sanfona. Liliane Oppermann diz que farelos de aveia são excelentes para o bom funcionamento do intestino e a aveia em si, tem o papel de lentificar a absorção de glicose e assim, prolongar a saciedade. O iogurte, que também compõe a dieta de Dunkan, melhora a flora do intestino e repõe o cálcio, assim como o queijo, grande fonte de proteína. Essa dieta é ótima, mas poderia ficar perfeita com a adição de frutas.

Seu criador, o polêmico francês Pierre Dukan, foi proibido de atuar como clínico geral na França em 2013, alertou que esta dieta tem efeitos colaterais, como uma baixa na energia, mau hálito e possível prisão de ventre (constipação), pois ela é baseada em ingerir poucas fibras. Avisou também sobre a necessidade de consumir suplementos vitamínicos e minerais.

Vilões do cardápio

Vilões do cardápio

  • Chocolate: pode ser consumido, mas moderadamente. Se comer um tablete inteiro, é um vilão. Coma apenas dois quadradinhos para saciar a vontade de doce.
  • Barra de cereal: Muitas delas tem um xarope de glicose (responsável pela liga dos grãos) que é extremamente calórico. Prefira as barrinhas mais sequinhas e sem chocolate.
  • Açaí: É uma delícia, mas não coloque junto leite condensado, leite em pó ou confeitos de chocolate. O ideal é usar duas ou três colheres de sopa em uma vitamina com outras frutas.
  • Azeite: Vai muito bem na salada, porém o ideal é servir apenas um fiozinho no prato, ou de preferência, medir a quantidade em uma colher. Prefira os extras virgens.
  • Lanchinho da tarde: Pode ser um dos maiores vilões, pois acabamos saciando nossa fome com bobagens. A nutróloga dá uma dica especial: “Prepare um mix com duas castanhas, dois damascos, uma ameixa preta, uvas-passas, amêndoas, nozes e maçã desidratada”.

Fotos: Lourival Ribeiro/SBT

10 minutos de exercícios bastam para queimar gorduras

Não existe mágica para queimar gordura, portanto, mexa-se. Realize o circuito proposto abaixo sem descanso entre os exercícios. Depois, descanse por 1 minuto e repita as séries. Faça quantos circuitos conseguir até somar 10 minutos.

Polichinelo

Comece com os pés na largura dos quadris e as mãos ao lado do corpo. Levante os braços acima da cabeça e pule para que você possa abrir as pernas até a largura dos ombros. Pule de novo e abaixe os braços até a posição inicial. Faça 20 repetições.

Agachamento

Fique em pé com as mãos atrás da cabeça, o peito para fora e os cotovelos para trás. Sente-se em seus quadris e dobre os joelhos abaixando seu corpo na medida do possível, sem perder o arco natural da coluna e sem deixar os joelhos ultrapassarem uma linha imaginária com a ponta dos pés. Contraia os glúteos e empurre-se para trás até a posição inicial. Faça 12 repetições.

Flexão

Fique na posição de flexão clássica: pernas retas e mãos sob os seus ombros. Agora, contraia o abdômen e mantenha o corpo rígido. Abaixe-se até tocar o peito no chão. Em seguida, empurre para cima até que seus braços estejam totalmente estendidos. Faça 15 repetições.

Passada Frontal

Posicione-se de pé com o corpo relaxado. Dê um passo grande com uma perna. Quando a coxa da frente estiver paralela ao chão e seu joelho de trás estiver quase tocando o chão, segure por um segundo. Então volte à posição inicial e repita com a outra perna. Faça 12 repetições com cada perna. (Para dificultar o exercício, segure a posição por 5 segundos.)

Apoio na Parede

Fique de costas para a parede ou Armário com os pés cerca de 4 centímetros a frente. Encoste a parte traseira de seus braços na parede, com braços paralelos ao chão e os antebraços a 90 graus. Eleve os braços acima da cabeça, arrastando e mantendo-os contra a parede durante todo o movimento. Lentamente volte à posição inicial. Faça 10 repetições.

Vídeo de demonstração desses exercícios


[Fonte: Mens Health]

7 Dietas e Dicas de Fitness das Celebridades

Sim, celebridades pagam alguns milhares de dólares para personal trainers e chefs de cozinha para a dieta seguir sempre na linha, mas há algumas lições que podemos aprender com suas rotinas sem precisar desembolsar nada. Confira:

Angelina Jolie

Tem hábitos alimentares saudáveis. Teve de abdicál-los por conta de uma dieta a fim de perder 10kg rapidamente para estrelar o filme Salt onde quis perder as curvas naturais do corpo. Agora voltou a se alimentar como gosta, inclusive consumindo carnes, porem, no vapor, que é rica em proteínas. Ela aumentou também a ingestão de gorduras boas vindas do salmão e atum. E nunca consome alimentos açucarados.

Heidi Klum

Heidi Klum

Aos 37 anos de idade parece estar na casa dos 20 e poucos. Qual o segredo? Ela aprendeu a comer pequenas refeições a cada três horas. Suas refeições são ricas em proteínas, o que mantém seu nível de energia lá no alto. Após dar à luz ao filho Johan, no final de 2006, Heidi estava de volta ao seu peso pré-gravidez em apenas seis semanas. Como? mantendo o hábito de longa data da alimentação moderada. “Eu nunca fiz dietas”, disse ela. “Mas eu também não me esparramo no sofá para devorar um saco de batatas chips ou um hambúrguer atrás o outro”.

Jennifer Aniston

Jennifer Aniston

Faz exercícios todos os dias. Ela desenvolveu uma rotina com seu instrutor de ioga Mandy Ingber, que começa com 22 minutos de exercícios aeróbicos para aquecer os músculos antes de uma sessão de uma hora de ioga. A sessão inclui posturas bem variadas. Cada série consiste em dois conjuntos de oito a dez repetições. Jennifer ama o treino. “Yoga deixou minhas pernas mais enxutas”, disse ela. “Meus braços ficaram mais fortes”.

Jennifer Garner

Jennifer Garner

Não tem muito tempo para uma rotina de exercícios, então ela pediu à sua personal trainer bolar um plano de malhação rápida. Apenas dois meses após dar à luz sua segunda filha, Seraphina, já estava deslumbrante. Como ela conseguiu? Uma sessão de treino aeróbico puxado que dura entre 30 e 45 minutos num equipamento chamado Valslide, criado pela personal trainer Valerie Waters. É uma peça em forma de sapato de plástico com espuma anti-derrapante em que você coloca em cada pé para ajudá-lo a deslizar as pernas para trás ou para os lados, sem nenhuma dificuldade. Mas não se deixe enganar pela facilidade. “Você sentirá imediatamente os resultados depois de usá-lo pela primeira vez”, diz Jennifer. “É extremamente simples e extremamente eficaz.” O Valslide é especialmente bom para tonificar glúteos, coxas e barriga.

Jessica Alba

Jessica Alba

Vem de uma família que está muito acima do peso, por isso, para permanecer saudável e magra começou a cozinhar para si mesma aos doze anos. Hoje em dia sua dieta consiste em um omelete light com frutas, ou queijo cottage e pêssego para o café-da-manhã; no almoço gosta de salada. Para o jantar escolhe verduras e legumes com frango ou peixe. Não come doces nem pães, mas não deixa a consumir chocolate ou iogurte de morango. Jessica tenta se exercitar todos os dias durante uma hora. Ela começa na esteira ou no elíptico de dez a quinze minutos e, então, faz quatro séries de cinqüenta agachamentos e abdominais.

Jessica Biel

Jessica Biel

O segredo de sua excelente forma física é comer três pequenas refeições e três lanches por dia. Ela tem preferência por carnes magras como frango e salmão, ou carne de porco com salada e arroz integral ou macarrão também integral. Você precisa encontrar um equilíbrio naquilo que você consome. Ela come o que gosta, mas em porções menores. Ela gosta de jantar fora, mas só come metade do que vier no prato.

Rihanna

Rihanna

Fica em forma seguindo uma dieta rigorosa. No café da manhã consome um sanduíche com ovo e queijo e bebe suco de laranja. No lanche da manhã geralmente consome uma bebida de proteína de soja. Já no almoço, gosta de sanduíche de frango, peru, carne assada ou presunto em pão integral, coberto com azeite e vinagre ou maionese com salada. O jantar é normalmente composto por 100 gramas de frango assado, meia porção de salada de macarrão com tomate e uma xícara de leite desnatado. Seu plano de alimentação permite que ela consuma carboidrato, porém sem exagero. “Eu gosto de carboidratos”, diz ela. “Mas, no final do dia, os carboidratos são meus inimigos”.

10 sucos que ajudam a perder peso

Uma das melhores maneiras de perder peso é reduzir ou cortar o consumo de bebidas com açúcar ou mesmo os chamados energéticos muito consumidos por jovens nas baladas. Tudo isso pode ser substituído por sucos. Eles ajudam tanto a perder peso quanto evitar diversas doenças. Confira aqui opções de sucos para ajudar você a emagrecer.

Sucos Que Ajudam a Perder Peso

1. Suco de Cenoura

É cheio de benefícios para nosso corpo. Ele tem altos níveis de potássio, cálcio e magnésio. É o suco certo para você se manter saudável. O organismo o transforma em vitamina A, além do alto nível de antioxidantes, ideais para proteger o corpo e auxiliar no combate a doenças como o câncer.

2. Suco de Beterraba

Ajuda o desenvolvimento e criação das células vermelhas do sangue. Contém alto teor de potássio, magnésio, vitamina C e ferro. Ajuda também quem sofre com perdas de memória ou tem dificuldade de concentração. O suco da Beterraba também é muito útil para diminuir os danos causados por problemas de menstruação e menopausa.

3. Suco de Cranberry

Contém um nível elevado de vitamina C. Evita diversas infecções do trato urinário, comuns em muitas mulheres. Esta fruta pode ser misturada com banana o que turbina ainda mais seus benefícios com as vitaminas e proteínas essenciais para o corpo. Ajuda também a evitar infecções na bexiga.

4. Suco de Pêra

A pêra é extremamente maleável e pode ser misturada com muitas outras frutas para potencializar seus benefícios. Rico em cálcio e vitamina C, também contém altos níveis de potássio, magnésio e fósforo, essenciais para nosso corpo.

5. Suco de Uva

A uva é essencial para proteger as células do nosso cérebro. Quer um bom remédio para a memória? Tome suco de uva! Além disso é uma bebida rica em antioxidantes essenciais para o corpo lutar contra quaisquer tipos de doenças.

6. Suco de Laranja

O Suco de laranja natural é uma das bebidas mais saudáveis para nosso organismo. Assim como a uva, ele também é rico em antioxidantes, estimula a circulação sanguínea por todo o corpo e coração e também é importante para o sistema digestivo. Bebida rica em vitamina C e flavonóides, que fortalecem o sistema imunológico ajudando a combater doenças infecciosas.

7. Suco de Manga

A manga contém alto nível de antioxidantes que ajudam a prevenir diversos tipos de câncer. Esta bebida também ajuda na limpeza do nosso sangue. O suco de manga também é benéfico para nossos rins.

8. Suco de blueberry

Essa fruta não é muito conhecida, mas ela existe. Confira aqui um artigo sobre ela.
Riquíssima em antioxidantes e vitamina C, juntamente a uma grande quantidade de fibras extremamente benéficas para a estrutura do nosso corpo. Também conhecida como Mirtilo tem baixas calorias, o que torna o suco ainda mais saudável.

9. Suco de Romã

Ótima pedida para um coração saudável, o suco de romã é recomendado por médicos e especialistas em nutrição. A bebida da fruta contém quase todos os tipos de antioxidantes que existem. Este fato por si só já faz o suco de romã perfeito! Somado então com a capacidade de prevenir diversos tipos de câncer (como o de próstata, por exemplo) fazem desse suco um campeão de saúde.

10. Suco de Uva Concord

Os sucos de uva vermelhas e roxas do tipo concord, é um ótimo remédio para pressão alta e outros problemas que impedem uma vida saudável. A bebida deste tipo de uva é muito potente e conta com uma grandes quantidades de antioxidantes, que ajudam a reduzir e controlar a pressão arterial. É uma bebida ideal para ajudar a manter o coração saudável.

Conclusão:

Fora todas as qualidades nutritivas, os sucos são deliciosos e não será nenhum esforço consumi-los. Mas lembre-se, frutas como laranja contêm açúcar e consumir em excesso é prejudicial para quem sofre de diabetes, por exemplo.

Piores Mitos sobre Saúde e Dieta

Confira uma lista dos piores mitos sobre dieta e saúde: “Eu não sei o que pedir”, disse uma amiga durante um almoço. Estávamos sentados em um novo restaurante perto do meu escritório.

“Eu sei”, respondi. “Tudo parece ótimo!”

“Sim, mas tudo faz mal”, exclamou, quase em lágrimas. “Pensei na vitela, mas carne vermelha pode causar câncer. E na berinjela tem o queijo parmesão com muita gordura, o que eleva o colesterol. E o pão tem muitos carboidratos, ou seja, diabetes. Eu não posso comer nada! E estou realmente com fome!”

Piores Mitos sobre Saúde e Dieta

Situações como esta são muito comuns, mas uma dieta balanceada, combinada com escolhas inteligentes, é tudo o que você precisa para perder peso e manter a maioria de nossas preocupações sanitárias bem longe. Mesmo assim, muitos mitos de alimentos e nutrição persistem, confundindo as nossas escolhas e fazendo com que a perda de peso seja lenta e nada agradável. Portanto, relaxe e comece a desfrutar a comida: Aqui estão 15 falácias alimentares que você pode esquecer para sempre.

Mito 1: O excesso de proteína prejudica os rins

Realidade: As proteínas ajudam a queimar gordura e construir músculos e não irão prejudicar seus rins.

Lá atrás, em 1983, pesquisadores descobriram que comer mais proteínas aumenta a quantidade de sangue que os rins filtram por minuto. Muitos cientistas imediatamente recomendaram que uma dieta com muita proteína deixavam os rins sob muito stress. Tempos depois foi provado que estavam errados. Durante as últimas duas décadas, vários estudos descobriram que as refeições ricas em proteínas que aumentam o fluxo sanguíneo nos rins, não tem efeito adverso sobre a função renal global.

Coloque a Verdade para trabalhar para você: Coma o seu peso corporal em gramas de proteína por dia. Por exemplo, se você é uma mulher gordinha de 90 kg e quer ser uma magra de 80 kg, coma 80 gramas de proteína por dia. Já se você é um cara de 70 kg e quer engordar 10 kg de massa muscular, coma 80 gramas de proteínas por dia.

Mito 2: As batatas doces são mais saudáveis do que as batatas “brancas”

Realidade: As duas são saudáveis!

As batatas-doces têm mais fibra e vitamina A, mas as batatas brancas têm mais minerais essenciais como ferro, magnésio e potássio.

Coloque a Verdade para trabalhar para você: A forma em que você consome uma batata, por exemplo, uma batata cozida inteira ao invés de uma batata processada, que é usada para fabricar chips é mais importante do que o tipo específico da batata.

Mito 3: A carne vermelha causa câncer

Realidade: Pesquisas dizem apreciar o bife!

Em um estudo de 1986, pesquisadores japoneses descobriram câncer em ratos que foram alimentados com compostos que são gerados a partir da queima da carne em fogo alto. Desde então, alguns estudos de grandes populações têm sugerido uma possível ligação entre carne e câncer. No entanto, nenhum estudo jamais encontrou uma relação de causa e efeito direta entre consumo de carne vermelha e o câncer. Os estudos estão longe de serem conclusivos.

Coloque a Verdade para trabalhar para você: Não deixe queimar. Os apreciadores de carne que estão preocupados com os riscos não precisam evitar hambúrgueres e carne, apenas descartar as partes queimadas antes de comer.

Mito 4: xarope de milho rico em frutose (HFCS) engorda mais do que o açúcar

Realidade: Eles são igualmente gordos. Cuidado!

Pesquisas recentes mostram que a frutose pode causar aumento de peso, interferindo com a leptina, o hormônio que nos diz quando estamos saciados. Mas ambos os HFC e sacarose, mais conhecida como açúcar de mesa, contêm quantidades similares de frutose. Não há nenhuma evidência que mostre diferenças nestes dois tipos de açúcar. Ambos irão causar ganho de peso quando consumido em excesso. O único mal particular sobre HFCS é que ele é mais barato e geralmente presente em toda parte. Desde o pão até a soda.

Coloque a Verdade para trabalhar para você: HFCS e o açúcar tradicional são calorias vazias e devem ser consumidos em quantidades limitadas. Como? Não comprar muito refrigerantes, sucos de frutas adoçados e sobremesas pré-fabricadas.

Mito 5: O sal em excesso provoca pressão alta

Realidade: Talvez, mas muito pouco potássio provoca pressão alta também.

Revistas científicas têm determinado que não há razão para as pessoas com pressão arterial normal restringirem sua ingestão de sódio. Agora, se você já tem pressão alta, reduzir a quantidade de sal pode ser útil. Entretanto, pessoas com pressão arterial elevada que não desejam reduzir o consumo de sal podem simplesmente consumir mais alimentos que contêm potássio, que é realmente o equilíbrio dos dois minerais que importa. De fato, pesquisa holandesa concluiu que a ingestão de potássio tem o mesmo impacto sobre a pressão arterial que o alto consumo de sal.

Coloque a Verdade para trabalhar para você: Esforce-se para uma dieta rica em potássio, que você pode conseguir comendo uma grande variedade de frutas, verduras e legumes. Dessa forma sua ingestão de sal não vai importar tanto. Por exemplo, espinafre, brócolis, banana, batata branca e a maioria dos tipos de grãos contêm mais de 400 mg de potássio por dose.

Mito 6: As barras de chocolate são calorias vazias

Realidade: O chocolate escuro é um alimento saudável.

O cacau é rico em flavonóides, os mesmos compostos saudáveis para o coração encontrados no vinho tinto e no chá verde. A sua forma mais potente é o chocolate amargo. Em estudo recente, pesquisadores gregos descobriram que 100 gr do chocolate amargo relaxa os vasos sanguíneos, melhorando o fluxo de sangue para o coração. E lembre-se: chocolate ao leite não é tão rico em flavonóides, quanto mais amargo, melhor.

Mito 7: lanches de posto de gasolina são pesadelos nutricionais

Realidade: Em qualquer lugar, você pode encontrar alimentos bons e ruins.

Coloque a Verdade para trabalhar para você: Às vezes, a lanchonete do posto de gasolina pode ser uma parada de descanso mais saudável do que você imagina. Costeletas de porco, por exemplo, são até melhores do que você pensa: Contém zero de carboidratos, 17 gramas de proteína e 9 g de gordura. Isso é nove vezes mais proteína e muito menos gordura do que você encontraria em uma porção de chios.

Mito 8: Restaurantes cumprem os mandamentos de uma boa nutrição

Realidade: A maioria dos restaurantes prefere lotar o cardápio com calorias mais baratas.

Apesar de muitos restaurantes oferecerem alternativas saudáveis, a grande maioria não se importa com isso.

Mito 9: Bebidas isotéricas são ideais no pós-treino

Realidade: É preciso mais do que isso para manter o crescimento dos músculos.

Bebidas tipo Gatorade são uma ótima alternativa para hidratar e reenergizar, pois ajudam a repor o glicogênio, a energia armazenada no seu corpo. Mas eles nem sempre fornecem os aminoácidos necessários para a reparação muscular. Para maximizar a recuperação pós-treino o ideal é uma combinação de proteínas e carboidratos e essas bebidas não podem oferecer isso.

Coloque a Verdade para trabalhar para você: Depois de suar a camiseta, coma uma tigela de cereais integrais com leite desnatado, sugere um estudo de 2009 do Jornal da Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva. Um copo de leite com achocolatado diet é uma boa opção também.

Mito 10: Você precisa de 38 g de fibra por dia

Realidade: Quanto mais fibras, melhor, mas 38 g é quase impossível

Essa é a recomendação do Institute of Medicine. E é atingida, por exemplo, consumindo 9 maçãs com casca ou mais de meia dúzia de taças de farinha de aveia instantânea. (A maioria das pessoas come no máximo cerca de 15 gramas de fibras por dia).

Coloque a Verdade para trabalhar para você: Certifique-se de que os carboidratos que você consome são ricos em fibras, o que significa comer mais legumes e cereais integrais, porque são eles que vão ajudar a diminuir a absorção do açúcar em sua corrente sanguínea.

Mito 11: A gordura saturada vai entupir o seu coração

Realidade: Nem tanto.

A maioria das pessoas considera peru, frango e peixe saudáveis, mas acho que eles devem evitar carne vermelha, ou apenas escolher um corte magro, uma vez que sempre foi dito que ele é rico em gordura saturada. Porém, um olhar mais atento revela a verdade sobre a carne: Quase metade da sua gordura é monoinsaturada chamada de ácido oleico, a mesma gordura saudável para o coração encontrada no azeite de oliva. Em segundo lugar, a maioria da gordura saturada da carne diminui o risco de doença cardíaca, quer pela redução do colesterol ruim (LDL), ou a redução do colesterol total.

Coloque a Verdade para trabalhar para você: Não estamos dando permissão para que você devore manteiga, bacon e queijo. O ponto é: Não se desespere sobre gordura saturada. Não há nenhuma razão científica para que os alimentos naturais que contêm gorduras saturadas não possam, nem devam ser parte de uma dieta saudável.

Mito 12: alimentos com teor de gordura reduzidos são alternativas mais saudáveis

Realidade: Menos gordura, muitas vezes, significa mais açúcar.

A manteiga de amendoim é um exemplo representativo desse mito. Um porção de manteiga de amendoim com gordura reduzida de fato vem com uma fração menor de gordura do que versão tradicional. Mas o que as empresas de alimentos não dizem é que eles substituíram a gordura saudável por maltodextrina, um carboidrato usado como enchimento em muitos alimentos processados. Isto significa que você está trocando a gordura saudável do amendoim por carboidratos vazios, com o dobro do açúcar para poupar míseras 10 calorias.

Coloque a Verdade para trabalhar para você: Quando você está comprando, não basta ler “diet”. Olhe a lista de ingredientes também. Aqui está uma diretriz que nunca falha: Quanto menor o número de ingredientes, mais saudável é o alimento.

Mito 13: refrigerante diet é melhor para a saúde

Realidade: Isso pode levar a um ganho de peso ainda maior.

Só porque a soda ou o guaraná é diet não significa que não possa levar a um ganho de peso. Ele pode ter apenas 5 calorias por copo ou menos, mas pesquisas recentes sugerem que consumir bebidas adoçadas artificialmente, pode levar a uma alta preferência por doces em geral. Isso significa escolher a versão mais doce (e mais calórica), dos cereais, pães, sobremesas, tudo. De fato, uma nova pesquisa descobriu que pessoas que bebem refrigerantes dietéticos diariamente têm um risco maior de desenvolver diabetes tipo 2 e síndrome metabólica.

Mito 14: Saltar refeições ajuda a perder peso

Realidade: Pular refeições, especialmente o café da manhã, pode fazer você engordar!

Num estudo de 2005, os consumidores de café da manhã tiveram 30% a menos de excesso de peso ou chance de ficar obesos.

Coloque a Verdade para trabalhar para você: O café da manhã perfeito? Ovos, bacon e torradas. É bem equilibrado em proteínas, fibras e carboidratos, para começar bem o dia. O pior? Waffles ou panquecas. Muito açúcar.

Mito 15: Você deve comer três vezes ao dia

Realidade: três refeições principais e dois ou três lanches é o ideal.

A maioria dos manuais de dieta retratam lanches como uma fraqueza. Mas consumido os alimentos certos em momentos estratégicos, fará com que você mantenha seus níveis de energia regulados durante todo o dia. Espalhe seis pequenas refeições em todo o seu dia.

Crédito: David Zinczenko, editor-chefe da revista Men’s Health e autor de best-sellers de saúde e dieta.

Suco verde para acabar com as toxinas

As comemorações de fim de ano estão repletas de drinques e comidas saborosas e irresistíveis. O suco verde te ajuda a varrer as toxinas acumuladas no corpo nesta época do ano. A dieta detox com suco verde oferece ao organismo uma limpeza completa das substâncias indesejadas que estão em todas as células do corpo, principalmente no fígado e no intestino. O suco verde oferece uma melhora na disposição e na digestão, devido ao magnésio, potássio e cálcio. É preciso ter bom senso, se quiser fazer a dieta detox! Não adianta nada tomar o suco supervitaminado e comer só feijoada, lasanha e doces. O ideal é tomar duas vezes por dia e combinar com proteínas magras, cereais integrais e vegetais, por pelo menos 7 a 15 dias.

Suco verde

A dieta detox é indicada quando a pessoa está com excesso de toxinas que causam desequilíbrio no organismo. Compostos de antibióticos e agrotóxicos, a longo prazo, podem causar problemas como obesidade, hiperatividade e câncer.

Salada orgânica

Se você quiser mesmo emagrecer, reduza gorduras e açúcares simplesmente. A dieta com suco verde emagrece, já que ela balanceia o cardápio, mas faz a pessoa perder líquidos e não emagrecer, de fato. O suco verde não traz toxinas para o organismo, devido aos vegetais que o compõem terem um teor mínimo de proteínas, mas não faz com que o corpo elimine melhor esses “minivenenos”.

O rim é responsável por esse processo. Para hidratar o organismo você pode investir em sucos. Mas para repor as fibras, o aconselhável é uma saladinha orgânica.

Água

Como fazer um suco verde? Bata com água 1 pepino, 2 maçãs, 2 folhas de couve, 1 cenoura, 2 talos de salsão, um punhado de agrião e gengibre. Tome o suco todos os dias de manhã, ainda em jejum, e à tarde. Não deixe de almoçar alguma coisa leve, o suco não substitui refeições. E lembre-se, beba bastante água nesse verão!

Sal e sódio: Mocinho e Vilão

As palavras sal e sódio, às vezes, são usadas como se fossem a mesma coisa, mas não são. Ambos tem funções importantíssimas no nosso cotidiano, mas ao mesmo tempo são “mocinho e vilão”.

O sal é um nome utilizado em química, para um composto iônico, que é solúvel em água, sendo que o mais conhecido é o sal de cozinha. Já o sódio está presente em diversos alimentos, seja nos doces industrializados até no leite, atuando como conservante natural.

Sal

Em pessoas hipertensas, geralmente é recomendada a redução do sal de cozinha na alimentação, mas o vilão desta história e que leva à hipertensão arterial, é o sódio. O uso em excesso pode provocar doenças cardiovasculares, como AVC (Acidente Vascular Cerebral), insuficiência cardíaca e renal, infarto agudo do miocárdio e cálculo renal.

Mas o sódio tem a sua parte de “mocinho” na história. Ele é importante em diversas funções no organismo.

Todos os dias ocorre uma perda natural do mineral e é por isso que precisamos repor por meio de alimentos. Para ter um bom funcionamento do organismo é necessário um estoque de 250 gramas de sódio para manter o equilíbrio do volume de água no corpo.

Comida salgada

Todos os alimentos possuem sódio, mas sabemos que existem aqueles que são considerados uma verdadeira “bomba-relógio”. Os temperos prontos, os enlatados, os congelados são alguns dos que tem mais sódio. O campeão deles é o “fast-food”. Esse tipo de alimento contém até 80% da ingestão diária de sódio recomendada. Uau!

Curiosidade: Para saber o quanto de sal de cozinha existe em um alimento, você deve multiplicar por 2,5 a quantidade de sódio descrita no produto.

Cuidado com os lights

Produtos lights

Os produtos lights são a primeira saída para quem começou uma dieta. Estes alimentos devem ter, no mínimo, 25% menos de algum componente calórico, seja açúcar, gordura, ou outros. Existem queijos e requeijões lights que tem menos calorias por reduzir gorduras, porém, para manter a consistência, a quantidade de sal aumenta.

Alimentação saudável

O ideal é saber equilibrar o sal na sua alimentação e mudar alguns hábitos, como simplesmente, retirar o saleiro da mesa na hora da refeição. Reduza pela metade a quantidade em algumas receitas. Mas não seja radical. Não é necessária a sua exclusão da dieta. Quando ingerido corretamente, o sal é importante para a saúde física, pois está ligado ao volume de fluídos fora das células, ajudando a regular a passagem de líquidos e de substâncias pela membrana.

7 Motivos porque Carboidratos Ajudam a Perder Peso

Consumir os tipos certos de carboidratos em uma dieta é o segredo para perder peso e se manter magro para sempre.

O tipo certo de carboidratos, pode ser traduzido como Amido Resistente. Estudos realizados em diversas universidades e centros de pesquisa conceituados pelo mundo mostraram que alimentos com Amido Resistente – cereais, feijões e leguminosos – ajudam a comer menos e a queimar mais calorias, além de se sentir mais fortalecido e menos estressado.

Carboidratos

Bom demais pra ser verdade? Confira então oito razões baseadas em evidências científicas sobre o porque você deve ter uma dieta rica em carboidratos para alcançar seu objetivo de ter um peso adequado:

Consumir carboidratos deixa você magro por toda a vida

Estudo recente revelou que as pessoas mais magras consumiram a maior parte dos alimentos em forma de carboidratos. Os pesquisadores concluíram então que suas chances de se tornar e a permanecer magro são maiores quando os carboidratos compõem cerca de 64% de sua ingestão calórica total, o equivalente a 361 gramas.

Essa quantidade equivale a várias batatas recheadas.

A maioria das dietas da moda têm baixo teor de carboidrato (limita a menos de 30% do total de calorias ingeridas).

Carboidratos saciam a fome

Alimentos ricos em carboidratos podem agir como poderosos reguladores de apetite. Mais até do que os ricos em proteínas ou gorduras. Estes carburadores especiais saciam porque são digeridos mais lentamente do que outros tipos de alimentos, provocando uma sensação de plenitude no cérebro e também na barriga.

Pesquisa realizada pela Universidade de Surrey, no Reino Unido, concluiu que o consumo de Amidos Resistentes em uma única refeição levou os participantes do estudo a consumirem 10% menos calorias (de 150 a 200 calorias para uma pessoa de estatura média) durante todo o dia, porque eles ficaram com menos fome.

Carboidratos limitar sua fome

Segundo a pesquisa, quando pessoas em uma dieta pobre em carboidratos mudam para uma que inclua maiores quantidades de fibras e alimentos com Amido Resistente um efeito aparece rápido: em dois dias os desejos por mais comida desaparecem.

Fibra e Amido Resistente saciam, permitindo que comam o que desejam. Esses carboidratos também elevam os níveis de hormônios de saciedade, avisando o cérebro de que já está satisfeito.

Carboidratos controlam o açúcar no sangue e o diabetes

Uma combinação correta de carboidratos é a melhor maneira de controlar o açúcar no sangue e manter o diabetes sob controle. Estudo do Beltsville Human Nutrition Center (EUA), concluiu que os participantes que fizeram uma dieta rica em alimentos com alto teor de Amido Resistente foram capazes de diminuir o açúcar no sangue e melhorar a resposta à insulina em até 38%.

Coma os carboidratos que você quiser, mas combine-os para que não causem um aumento nos seus níveis de açúcar no sangue. Por exemplo, ao invés de arroz branco, prefira o integral e combine com feijão, milho ou outros alimentos ricos em Amido Resistente com poder para manter equilibrado o açúcar no sangue.

Carboidratos aceleram o metabolismo

Carboidratos ricos em Amido Resistente aceleram o seu metabolismo e fazem com que seu corpo queime mais gordura. O Amido Resistente se move pelo sistema digestivo, liberando ácidos graxos que estimulam a queima de gordura especialmente na região abdominal: a temida barriga!

Estes ácidos ajudam a preservar a massa muscular ajudando você a perder peso ainda mais rápido. Pesquisadores estudaram dois grupos de ratos em laboratório, um com um grupo de alimentos ricos em Amido Resistente e outro com baixo teor de Amido Resistente.

Os ratos alimentados com baixo teor de Amido Resistente ganharam mais gordura e perderam massa muscular. Já os que consumiram uma dieta rica em Amido Resistente preservaram sua massa muscular e mantiveram o metabolismo em movimento.

Carboidratos explodem a gordura da barriga

Carboidratos ajudam a perder a gordura da barriga mais rapidamente, mesmo quando o número de calorias que são consumidas for igual a de outros grupos de alimentos.

Quando os cientistas alimentaram ratos com dieta rica em Amido Resistente, notou-se um aumenta na atividade das enzimas de queima de gordura e uma diminuição da atividade das enzimas que armazenam gordura. Isto significa que as células de gordura da barriga eram menos propensos a absorver e armazenar calorias como gordura.

Carboidratos o mantêm satisfeito

Carboidratos irão te manter satisfeito bem mais do que outros alimentos. Eis o porquê: seu cérebro funciona como um medidor de combustível que envia comandos para abastecer quando o tanque (estômago) estiver vazio.

Alimentos ricos em Amido Resistente retardam este aviso, pois liberam hormônios de saciedade no intestino e deixam suas células mais sensíveis à insulina.

Ao aumentar o consumo destes alimentos, você minimiza a fome e consequentemente, os desejos.

Perca 5 Kg em 2 Semanas

Prazo. Todos precisamos dele. Ter um prazo definido é uma motivação para agir. Mas prazo não precisa ser visto como algo negativo, muito pelo contrário. Defina um prazo. Por exemplo, se o aniversário do seu par fosse daqui duas semanas. Não seria legal poder mandar embora alguns quilinhos e ficar mais sexy?

Perca 5 Kg em 2 Semanas

Façamos as contas: Para perder 5 quilos em 2 semanas, você precisa eliminar cerca de 1.250 calorias por dia. Impossível? Eis as dicas para conseguir isso:

Não pule o café da manhã. Simples assim.

Economia: 200 calorias por dia.
De acordo com Donald Layman, professor emérito de nutrição da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, as pessoas que começam o dia com um café da manhã rico em proteínas consomem 200 calorias a menos por dia do que aqueles que pulam a primeira refeição.

Bebida: escolha água, chá gelado sem açúcar ou mesmo água gelada com um pouco de limão, no lugar dos refrigerantes.

Economia: 450 calorias por dia.
De acordo com estudo recente publicado no American Journal of Clinical Nutrition, esta é a quantidade de calorias que você consome por dia com bebidas adoçadas. Já estamos na metade do caminho para o corte de 1.250 calorias por dia!

Desligue a TV no jantar.

Economia: 300 calorias por dia.
Quem come de forma distraída, come mais, e come por um longo período de tempo, de acordo com estudo recente.

Hábitos do Cotidiano

  • Levante-se quando falar ao telefone (você vai queimar 49 calorias a cada 20 minutos).
  • Estacione seu carro numa vaga longe da entrada (50 calorias no percurso de ida e volta).
  • Brinque bastante com seu animal de estimação e com seus filhos por meia hora (160 calorias).
  • Lave a louça e em seguida faça uma pequena caminhada pela sua rua (75 calorias).

Economia: 334 calorias por dia.

Veja como nem mencionamos nada sobre ginásticas. Apenas com nossas atividades cotidianas já é possível queimar calorias, caminhar mais, brincar mais e o melhor, pesar menos!

Coma em casa e leve seu almoço ao invés de comer fora.

Economia: 200 calorias por dia.
O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos calculou que ao comer fora o indivíduo consome 106 calorias a mais.

Só isso! Simples, não é? Não tem nem desculpa para dizer que não consegue seguir as dicas.

Comece agora e em apenas 14 dias você se sentirá (literalmente) mais leve!
[Fonte: Men’s Health.com]

Como perder até 15 kg em 4 semanas?

Já percebeu que as melhores dietas são também as mais simples? A maior parte das pessoas sabe o que é certo ou errado na hora de se alimentar, apenas falta um empurrãozinho para que essa reeducação se torne hábito. Confira 6 dicas simples que trarão muito mais saúde levando embora quilos desnecessários:

1 – Gosta de queijo e iogurte?

Descubra o incrível poder para perda de peso contidos nos produtos lácteos. Inclua ao menos três porções por dia, sendo uma no café da manhã, e perca até três quilos em quatro semanas!

2 – Gosta de arroz e massas?

Uma troca simples dos carboidratos refinados (convencionais) por versões integrais, fará com que você perca até oito quilos em 1 mês!

3 – Gosta de refrigerantes?

Troque essas 450 calorias por bebidas muito mais gostosas, como sucos naturais. Uma bela limonada, por exemplo, ajudará a perder 1 quilo por semana!

4 – Gosta de beliscar?

Substitua seu petisco favorito por uma fruta. A maçã, por exemplo, dá a sensação de saciedade, além de ser muito mais saudável do que uma bolacha recheada… Somente essa troca te ajudará a perder até seis quilos em quatro semanas!

5 – Gosta de café da manhã?

Prefira proteínas magras e perca até quatro quilos em quatro semanas! Confira dicas de como montar seu café da manhã:

Opção A

  • 1 copo (250 ml) de leite desnatado batido com
  • 3 amêndoas cruas e sem sal (adoçante a gosto)

Opção B

  • 1 pote de iogurte natural desnatado com 1 col. (sopa) de semente de linhaça triturada (adoçante a gosto)
  • 1 xícara. de chá de ervas (camomila, hortelã, chá verde ou branco)

Opção C

  • 1 fatia de pão integral light com 1 ovo mexido e 1 col. (chá) de azeite de oliva extravirgem
  • 1 xícara. de chá de ervas

Opção D

  • 1 pão francês sem miolo com 1 col. (chá) de azeite de oliva extravirgem e 2 fatias de peito de peru light
  • 1 xícara. de chá de erva

Opção E

  • 1 pão sírio pequeno com 1 col. (chá) de azeite de oliva extravirgem e 2 col. (sopa) de cottage
  • 1 xícara. de chá de ervas

6 – Gosta de lanches?

Aprenda a combinar os grupos alimentares para conseguir um melhor resultado e perder até sete quilos em quatro semanas!

Dicas para um Abdômen de Ferro

Não vamos falar para você fazer 100 abdominais por dia – até porque, o melhor é fazer em dias alternados. Aqui as dicas serão de hábitos alimentares, portanto, confira e siga nossas sugestões para construir e manter o abdômen que você sempre sonhou:

Dicas para um Abdômen de Ferro

1. Acorde e beba água

Beba pelo menos 400 ml de água gelada logo ao acordar e no período da manhã. Cientistas alemães descobriram recentemente que fazendo isso o metabolismo aumenta em 24% 90 minutos depois. (Uma pequena quantidade de água não teve nenhum efeito). Além disso, estudo anterior determinou que as células musculares crescem mais rápido quando se está bem hidratado. A regra geral é: beba, pelo menos, 2 litros de água ao longo do dia.

2. Combine proteínas e carboidratos para provocar perda de peso

Embora você pense que os carboidratos vão retardar a perda de peso, o oposto pode ser verdade, segundo o perito Alan Argon. Os carboidratos ajudam a construir músculos, principalmente quando misturados com proteína e ingeridos imediatamente antes e imediatamente após os exercícios. Mais músculos aumentam a perda de gordura porque o músculo é metabolicamente um tecido ativo que ajuda a queimar calorias em tempo integral.

3. Leve sua comida de casa todos os dias

Fast-foods irão minar qualquer efeito de perda de peso, e seu esforço será em vão. Basta tirar o fast food do cardápio. Em vez disso, compre uma embalagem que preserve bem os alimentos (tipo cooler) e abasteça com o seguinte:

  • Uma maçã (para comer no lanche da manhã).
  • Duas fatias de queijo (para comer com a maçã)
  • A porção que tenha sobrado no jantar do dia anterior (para o almoço)
  • Um shake de proteínas pré-misturado ou um copo grande de leite (para o lanche da tarde)

A prática deste hábito todos os dias irá mantê-lo bem alimentado e saciado. Ao mesmo tempo, vai fornecer seu corpo com os nutrientes de que ele necessita para o seu treino, não importa o tempo que se exercite.

4. Vá pra cama as 22h

A hora é apenas sugestão. O importante é ter o hábito de ir para a cama cedo o suficiente para garantir de 7 a 8 horas de sono. Na Universidade de Chicago, os cientistas descobriram recentemente que apenas três noites de sono de má qualidade deixam as células musculares resistentes a insulina. Por que isso é tão ruim? Ao longo do tempo, isso leva ao acúmulo de gordura em torno da barriga, retardando o metabolismo, aumentando o apetite e diminuindo o número de calorias queimadas.

Os Melhores Exercícios para as Mulheres

Artigo especial para você mulher. Os pilares para uma boa saúde consistem em se alimentar bem, dormir bem e fazer exercícios com regularidade. Sem ideia de quais exercícios fazer? Confira 12 deles que são comprovadamente eficientes para a mulher.

Melhores Exercícios para as Mulheres

#1. Alpinismo na Bola Suíça

Alpinismo na Bola Suíça

O benefício: É uma das formas mais eficazes e mais simples de deixar sua barriga durinha. Na verdade, você quase não precisará mover um músculo sequer.

Como fazer: Fique em posição de flexão com os braços completamente em linha reta, mas coloque as mãos sobre uma bola suíça, ao invés de no chão. Seu corpo deve formar uma linha reta da cabeça aos tornozelos. Aperte o núcleo da bola e mantenha assim durante todo o exercício [A]. Tire um pé do chão e lentamente levante seu joelho o mais próximo possível do peito sem mudar a postura. Volte lentamente ao chão. Em seguida, repita com a outra perna. Tente manter o joelho flexionado por 30 segundos. Se for muito difícil, coloque as mãos no chão ou num banco, ao invés da bola.

#2. Elevação de quadril

Elevação de quadril

O benefício: Tem como alvo os músculos da parte traseira, o que ajuda por tabela a tornar a barriga mais reta.

A razão: Quando seus glúteos são fracos, como na maioria das mulheres, o corpo não apenas coloca o stress na parte inferior das costas, mas faz com que sua barriga fique saliente, mesmo se você não tiver um pingo de gordura.

Como fazer: Deite de costas com os joelhos dobrados e os pés no chão. Agora contraia os glúteos e levante os quadris para que seu corpo forme uma linha reta dos ombros aos joelhos [B]. Segure essa posição por 3 a 5 segundos, contraindo os glúteos o tempo inteiro. Volte agora a posição inicial.

#3. Agachamento com 1 halter

Agachamento com 1 halter

O benefício: Segurando o peso em apenas um lado do corpo aumentará a demanda para manter seu corpo estável. Resultado: Seus quadris e barriga terão de trabalhar bastante, e você conseguirá melhorar seu equilíbrio. E melhor ainda, você vai queimar muita caloria.

Como fazer: Segure um halter com a mão direita ao lado do ombro, com o braço dobrado [A]. Dê um passo a frente com sua perna direita e abaixe o corpo até o joelho dobrar em um ângulo de 90 graus e seu joelho esquerdo quase tocar o chão [B]. Volte à posição inicial. Em seguida, repita com a perna esquerda, mantendo o peso em sua mão esquerda. Faça 3 séries de 8 repetições.

#4. Elevação de Perna

Elevação de Perna

A vantagem: Este exercício trabalha os glúteos e o equilíbrio. Ele também ajuda a eliminar os desequilíbrios musculares entre as pernas, reduzindo assim o risco de lesões. E de bônus, você pode melhorar a flexibilidade.

Como fazer: Pegue um par de halteres e mantenha-os na frente das coxas. Mantenha os pés na largura dos ombros com os joelhos levemente dobrados. Agora levante uma perna [A] sem alterar a curvatura do joelho até seu tronco ficar quase paralelo ao chão [B]. Segure alguns segundas, contraia os glúteos, e levante o tronco para voltar a posição inicial. Em seguida, repita com a outra perna.

#5. Panturrilhas

Panturrilhas

O benefício: Este simples exercício vai ajudar a moldar suas panturrilhas.

Como fazer: Coloque a sola de um pé sobre um degrau firme (na figura de exemplo foi usado um peso). Cruze um pé sobre outro e em seguida, mantenha as costas arqueadas naturalmente. Levante o calcanhar o mais alto que puder [B]. Segure a posição e repita. Complete quantas repetições aguentar em 60 segundos, em seguida, faça com a outra perna.

#6. Supino com 1 único halter

Supino com 1 único halter

O benefício: Este exercício trabalha os glúteos e a barriga de forma tão eficaz quanto trabalha o seu peito e os tríceps.

Como fazer: Pegue um halter em sua mão esquerda e deite-se de costas sobre uma bancada plana, segurando o halter sobre o peito com o braço esticado. Sua palma deve estar voltada para fora, virada ligeiramente para dentro. Coloque sua mão direita sobre seu abdômen [B]. Abaixe o halter ao lado do seu peito. Faça uma pausa e volta a posição inicial. Quer um desafio maior? Vire-se de forma que apenas o lado direito do bumbum fique apoiado. (Não deixe seus quadris caídos, você terá que apoiar bem o pé esquerdo para manter o equilíbrio.) Faça algumas repetições em seguida, troque de lado e faça com a outra mão e perna.

#7. Abertura Superior

Abertura Superior

O benefício: Melhorar o equilíbrio dos músculos do ombro. O resultado final: ombros mais fortes e uma melhor postura.

Como fazer: Segure um par de halteres ao lado do corpo e com os pés na largura dos ombros [A]. Sem alterar a curva dos cotovelos, levante os braços até que estejam paralelos ao chão (de modo a formar um “Y”) [B]. Force os ombros para cima [C]. Pare, e inverta o movimento para voltar ao início. Repita.

#8. Tríceps com a Bola Suíça

Tríceps com a Bola Suíça

O benefício: Deitada sobre a bola suíça forçará o centro do corpo a trabalhar mais para se manter estável. Então você trabalhará seu abdômen além da parte traseira dos braços.

Como fazer: Pegue um par de halteres e deite-se de costas sobre uma bola suíça de modo que a parte superior das costas fique apoiada. Levante os quadris até o corpo formar uma linha reta desde os joelhos até os ombros. Levante os halteres com os braços esticados e as palmas das mãos voltadas uma para a outra [A]. Sem mover os braços, dobre apenas os cotovelos para baixo até que os halteres fiquem paralelos ao chão [B]. Faça uma pausa e em seguida levante os pesos de volta na primeira posição. Não se esqueça: Quanto mais definido for o tríceps, mais firme e enxuto será seu braço.

#9. Postura com halteres

Postura com halteres

O benefício: Ao colocar o pé em um banco, forçará os músculos do quadril a trabalharem mais para manter o corpo estável. Dessa forma você envolve mais músculos e queima mais calorias do que se fizesse o exercício na posição vertical tradicional.

Como fazer: Pegue um par de halteres e coloque um pé na frente de você em um banco. Deixe os halteres ao lado do quadril com as palmas das mãos voltadas para a frente [A]. Sem mover os braços, dobre os cotovelos o mais próximo possível dos ombros [B]. Pare, e lentamente volte à posição inicial. Faça algumas repetições e depois troque a perna.

#10. Elevação com peso

Elevação com peso

O benefício: Fortalece os músculos do antebraço, mãos e dedos, além de modelar o bíceps.

Como fazer: Pegue um peso (uma anilha de preferência) em sua mão direita. Segure com todos os dedos apertando bem [A]. Sem mover o braço, dobre o cotovelo o mais próximo possível do seu ombro, como na figura acima [B]. Lentamente abaixe os pesos de volta à posição inicial e após algumas séries, faça com a outra mão.

#11. Costas na Bola Suíça

Costas na Bola Suíça

O benefício: Este exercício trabalha as costas. Ao trabalhar estes músculos essenciais, você vai melhorar sua postura e deixar os músculos das costas bem definidos.

Como fazer: Deite-se de bruços cima de uma bola suíça. Deixe os braços esticados para baixo e as palmas viradas para trás. Mantendo os cotovelos abertos, levante os braços o máximo que conseguir. Pode dobrar os cotovelos. Os braços devem estar perpendiculares ao tronco [B]. Sem alterar a posição do cotovelo, gire os antebraços para cima e para trás o máximo que puder [C]. Pare, e inverta o movimento. Se puder, faça mais de 12 repetições e quando ficar muito fácil, use halteres.

#12. Abdômen

Abdômen

O benefício: Este exercício trabalha o músculo abdominal inteiro, mantendo suas costas arqueadas em posição natural. Por isso minimiza o estresse sobre a coluna, aumentando a resistência dos músculos. Isso ajuda a prevenir dores nas costas e região lombar.

Como fazer: Deite de costas no chão com a perna direita em linha reta. Seu joelho esquerdo deve ser dobrado e seu pé esquerdo deve pisar completamente. Coloque as palmas de suas mãos no chão debaixo da curva natural na parte inferior das costas [A]. Lentamente levante a cabeça e os ombros do chão sem dobrar sua parte inferior das costas ou coluna. Mantenha esta posição por 7-8 segundos, respirando profundamente o tempo todo [B]. Faça 4 ou 5 repetições e alterne as pernas. Para dificultar ainda mais, eleve os cotovelos acima do chão.

4 dicas para emagrecer com saúde e baixo investimento

O calor já está entre nós – infelizmente, para loucos como eu que gostam do frio – e a corrida para ganhar ou recuperar forma física é inevitável. Antes de comprar algum remédio mirabolante para perder peso e ao invés de ir parar no hospital, veja alguns exercícios simples e um equipamento bem acessível que ajudarão a atingir seu objetivo:

Exercícios

Mantenha a posição durante 20 segundos; depois troque de lado.

#1. Ponte lateral de joelhos

Estenda-se flexionando os joelhos para trás cerca de 90 graus. Apoie o cotovelo esquerdo no solo, paralelamente na direção do ombro. Contraia os glúteos e mantenha os abdominais tensos. Suba as ancas até que o tronco forme uma linha reta dos ombros aos joelhos.

#2. Ponte lateral

Coloque-se de lado apoiando o antebraço no solo, à altura do ombro, e junte os pés. Contraia os glúteos e os abdominais. Depois eleve as ancas, como se desenhasse uma linha reta desde os tornozelos aos ombros. Deve manter sempre o pescoço alinhado com a coluna.

#3. Ponte lateral elevada

Deve fazer a mesma posição que o exercício anterior, só que agora deverá apoiar os pés num banco. O movimento é o mesmo, mas deve ter cuidado para que os pés não caiam do banco.

Aparelho: Mini-Trampolim

Uma boa bicicleta ergométrica não sai por menos de R$ 700,00, esteira, mais que o dobro disso. Já com R$ 150,00, R$ 200,00 pode-se adquirir um Mini-Trampolim (ou mini cama-elástica).

Aparelho indicado para homens e mulheres (além de divertir crianças de 8 a 80 anos), que é extremamente leve, pequeno e que poupa as articulações de grandes impactos, ao mesmo tempo que melhora e muito o sistema cardiorrespiratório.

Com a palavra o professor Marcelo Jaime Vieira, da academia Bio Ritmo, de São Paulo:

1. Dá pique de sobra para realizar as tarefas ao longo do dia

Por ser um exercício aeróbio, vai aumentar o seu condicionamento físico e melhorar o funcionamento do seu sistema cardiorrespiratório. “Mas antes de começar a saltar sobre a lona na sala de casa ou no quarto, consulte um médico para saber se está tudo em ordem com sua saúde para realizar exercícios”, explica Marcelo.

2. Elimina gordurinhas

Uma aula de 30 minutos pode queimar de 200 a 400 calorias, dependendo da intensidade da atividade sobre a cama elástica. Considere os seguintes níveis de intensidade: caminhada (leve); corrida com pequena fase aérea (média); corrida com elevação de joelho (moderada-alta) e sprint, que é a corrida bastante acelerada (alta).

3. A atividade é divertida e dinâmica

As séries de exercícios podem ser bastante variadas. Coloque uma música para servir de estímulo. Uma série que dá resultados e leva cerca de 40 segundos é : 8 corridas, 8 polichinelos, 8 exercícios laterais e 8 elevações de joelho (veja como executar os movimentos logo abaixo). “Quem tem bom condicionamento, pode repetir a série por quatro vezes, sem intervalos, e intercalar com uma caminhada de um minuto para recuperar o fôlego. Mas se você era sedentário, faça uma série completa e intercale com uma caminhada de 30 segundos”, diz o professor da Bio Ritmo.

4. A modalidade é a campeã para combater a celulite

Os saltinhos na cama elástica favorecem a flexão dos músculos dos membros inferiores e faz com que se pressione levemente os gânglios linfáticos da região, proporcionando uma espécie de drenagem linfática, que ativa a circulação e facilita o processo de eliminação das toxinas do organismo.

5. Não ocupa espaço

O acessório tem, em média, uma largura de 92 centímetros e profundidade de 20 centímetros. E ainda há versões dobráveis. Portanto, você pode guardá-lo facilmente em qualquer lugar da casa ou até mesmo escondê-lo embaixo da cama.

6. Deixa o corpo durinho

Os movimentos ajudam a tonificar, principalmente, membros inferiores (coxas, panturilhas, o bumbum e os músculos da região do quadril).

7. As crianças adoram

Seu objetivo é treinar, mas se você tem filhos, sobrinhos, primos ou volta e meia se vê na função de babá do filho dos amigos, a cama elástica é uma ótima atração para os pequenos se esbaldarem.

8. Afasta lesões

Os exercícios fortalecem a região de musculatura flexora do quadril, que é fundamental para proteger os joelhos e tornozelos. De acordo com um estudo da Universidade de Oklahoma (EUA), a lona elástica absorve 87% dos impactos. O fortalecimento muscular da área do quadril contribui diretamente para uma melhor estabilidade do corpo.

9. Deixa a barriga durinha

Por causa do equilíbrio que ficar em cima da cama elástica demanda, fortalece a musculatura do core – é um cinturão de força, um conjunto de músculos abdominais e dorsais que, juntamente aos do quadril, formam o núcleo do corpo. A estrutura também é responsável pela manutenção da postura e proteção da coluna contra impactos e sobrecargas.

10. Você ganha mais agilidade

A variedade de movimentos sobre o mini-trampolim (correr, saltar, descer) melhora a coordenação motora.

Aprenda a se exercitar sem sair do lugar

Caminhada: realize como se fosse uma marcha, é feito com a ponta do pés sempre em contato com a lona e há uma pequena flexão do joelho.

Corrida: o movimento é de subida e descida sempre com um pé na lona e depois o outro. O joelho forma um ângulo de 45 graus entre a coxa e a perna.

Corrida com elevação de joelho: nesse exercício, o joelho sobe até a altura da linha do quadril, formando um ângulo de 90 graus entre a coxa e a perna.

Sprint: corrida de intensidade forte com pique acelerado.

Polichinelo: como na brincadeira, você vai abrir e fechar as pernas ao mesmo tempo.

Polisapato ou tesoura: variações do polichinelo com movimentação alternada das pernas para frente e para trás.

Elevação de joelho para a lateral: lembra o movimento de aquecimento feito por jogadores de futebol. Com o tronco fixo, eleva-se o joelho direito na altura do quadril em direção a mão esquerda e vice-versa.

Laterais: é o mesmo movimento do canguru só que para os lados. Com os dois pés juntos, pule em direção as laterais da cama elástica.

Cuidados para o treino em casa

Consulte um médico para ter certeza que está preparado fisicamente para fazer a atividade;

Vista-se apropriadamente, com roupas e tênis confortáveis;

Nunca desça do mini-trampolim pela parte da frente. As pernas podem ficar bambas e o risco de cair e se machucar é maior. Desça pela parte de trás;

Quando estiver fazendo os exercícios, concentre a força para os movimentos no centro da cama elástica para não correr o risco de atingir as costuras e molas do aparelho.

Perder Peso devagar é a melhor maneira!

Cada vez mais pessoas têm ou acham que têm problemas com seu peso. Um recente estudo nos Estados Unidos indica que até 60% dos adultos estão com sobrepeso, ou são clinicamente obesos.

Isto por si só já parece triste, mas o problema continua a piorar. Apesar de tantos métodos e técnicas disponíveis para se fazer dieta e exercício, por que o problema só cresce?

Uma das razões principais é a pressa

Naturalmente, a comida é o maior problema. A menos que você vive no meio de um milharal, é quase impossível andar por aí sem passar em frente a um fast food. Mesmo no supermercado, eles têm várias refeições prontas para microondas, carentes de ingredientes saudáveis.

Portanto, faz sentido, então, que quando você procura um livro, ou pesquisa na Internet, sobre dietas mais populares, encontra sempre promessas de resultados rápidos com pouco ou nenhum esforço.

Perca peso enquanto você dorme. Perder 30 quilos em uma semana, etc.

Infelizmente, mesmo se você tentar fazer o inverso, ou seja, engordar tão rápidamente, também não iria funcionar.

O corpo humano é um vasto conjunto de reações químicas complexas e surpreendentes, e mudar o seu metabolismo, seu peso e sua aparência física leva tempo.

Assim como ele demora um pouco para o ganho de peso, ela também leva um tempo, geralmente mais longo, para perder os quilos extras.

A maioria das pessoas não pensaria duas vezes para desembolsar 50 ou 100 reais num livro que promete ensinar como perder “x” quilos em uma semana.

No entanto, se perguntar às pessoas que realmente têm um corpo perfeito, eles irão te dizer o quanto de trabalho foi necessário até conseguir aquele resultado.

O que fazer então? Simples! Aceitar a idéia de que este é um processo lento.

A perda de peso gradual é o melhor e mais concreto caminho. É mais fácil de começar, e o mais importante, mais fácil de continuar.

De longe, sem dúvida, o melhor exercício para perder peso é a simples e barata caminhada.

Um pé na frente do outro, por 20 minutos, diariamente. Naturalmente, quanto mais você andar, mais se sentirá melhor. Se você está apenas começando, 20 minutos por dia é mais do que suficiente.

Fuja de dietas da moda e vá para uma bela caminhada. Os resultados vão te surpreender! Seu corpo – e sua mente – agradecem.

Paulistano, atuou como designer de 1993 a 2008 quando começou o Curiosando, onde aborda diversos temas, além da cobertura do Miss Brasil desde 2010.

2 Comentários

  1. Sissym

    5 de janeiro de 2014 at 12:00 PM

    Rodrigo!

    PARABENS! Que artigo fantastico. Completo. Atende muitos gostos, diz o que precisa ser lido, sejam os prós ou contras. Sobre os exercícios de 10 minutos e tambem o mini-trapolim, foram fundamentais para animar minha busca de como solucionar tempo e custos. Aposto na Dieta de Dunkan. Mas incluiria frutas.

    Beijos

  2. Frederick Sharabi

    6 de maio de 2011 at 3:25 AM

    Seu blog tem sido uma inspiração para mim. Thank you very much!

Responder

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>