“Uma pessoa tranquila, mas determinada, tenho objetivos e sonhos, mas sei ser paciente para alcancá-los. Sou curiosa, gosto de aprender e viajar, prezo minha família e amigos, mas também acho importante ter um tempo para mim. Leio bastante e gosto de me ocupar com músicas e filmes”.
Assim se define Ana Laura Magalhães Barata, 22 anos e 1,74 m, que além de linda e simpática, é modelo há cinco anos e fala inglês, francês, espanhol e italiano.

Seu mais novo desafio será a disputa do Miss Minas Gerais 2013, que acontece em 07 de agosto.

Ana Laura Magalhães Barata

Ana Laura Magalhães Barata

1. Quando começou o seu contato com o mundo dos concursos de beleza e por que você quis se tornar uma miss?

Ana Laura Magalhães Barata: Desde os 17 anos sou agenciada como modelo e já fiz muitos trabalhos. Os próprios agentes me diziam que seria bom se eu me inscrevesse em concursos de beleza, por causa do meu biotipo, e então, comecei a ter interesse por isso. Passei a assistir todos os anos, acompanhar as misses através de mídias sociais, e resolvi fazer parte deste mundo. Este ano me inscrevi no Miss Minas Gerais World e Miss Universo Minas Gerais, por conta própria, e fui aprovada em ambos. Vi que realmente poderia focar nisso e aproveitar esta oportunidade única.

2. Você acha que miss e modelo ainda sofrem com o estereótipo de que mulheres bonitas não podem ser inteligentes?

ANA LAURA: Sinceramente nunca sofri preconceito no quesito inteligência por ser modelo. Mesmo assim, acho que existe sim essa padronização de que modelos e misses não são inteligentes. Não considero uma conclusão muito justa, embora existam algumas meninas que focam em beleza e não se importam com o intelecto. Como sempre estudei, faço faculdade, estou me formando e tenho um plano de carreira fora da vida de modelo, acho que as pessoas que convivem comigo se acostumaram a me ver antes como uma pessoa qualquer, que estuda prioritariamente, e depois como uma mulher que modela por hobby.

3. Como é a preparação de uma candidata para um concurso da grandeza do Miss Minas Gerais? E aproveitando a pergunta, precisou mudar a alimentação, deixando de lado coisas que adora?

ANA LAURA: A preparação é bastante cansativa. No meu caso, que me inscrevi por conta própria e fiquei sabendo uma semana atrás que era uma das finalistas do Miss Minas Gerais 2013, está sendo uma loucura! Abandonei muitas coisas que gosto de comer, embora já seguisse uma dieta equilibrada, e foquei em mais exercícios aeróbicos, do que a musculação diária. Nunca tive problemas em comer alimentos naturais, muito cereal, integrais, frutas, etc, o difícil é se acostumar a comer pouco e se sentir satisfeita. Além da alimentação e academia, um cuidado constante com pele, cabelo e unhas é também muito importante.

4. O que é mais difícil para você: desfilar para o público e jurados ou a competição com as outras candidatas?

ANA LAURA: Não acho difícil lidar com as outras candidatas, nem desfilar para os jurados. A maior batalha é comigo mesma, com a ansiedade antes de pisar na passarela ou ao me preparar para uma sessão de fotos. Acho muito importante conhecer as outras meninas, dá pra aprender coisas novas, trocar dicas, etc.

5. Pretende seguir uma carreira paralela a de modelo? Se sim, qual seria?

ANA LAURA: Mesmo lidando com a vida de modelo desde cedo, sempre tive influência dentro de casa para não deixar os estudos de lado. Sou filha de uma professora universitária, então sempre tive muito contato com livros e línguas estrangeiras. Este ano me formo em Relações Internacionais na Universidade Federal de Uberlândia, com enfoque em economia, então paralelamente a modelagem, tenho planos de prestar concurso para algum ministério do meu interesse, ou Instituto Rio Branco. Como sempre tive uma carreira dessas em mente, hoje sou fluente em inglês e francês, e também sei falar espanhol e italiano.

6. O que você gosta de fazer no seu tempo livre e o que teve de abdicar para se preparar para esta carreira?

ANA LAURA: Sem dúvidas o que mais se tem de abdicar na vida de modelo é o degustar das mais variadas comidas que existem [risos]. Gosto muito de doces, chocolates e me policio bastante com quitutes, bolos e tortas. Além disso, o carboidrato em abundância, que também está bastante presente na maioria do que é bom: massas, batata, pães, etc. Fora isso, o desafio constante do exercício físico, mas que no final das contas se torna bom. A adrenalina após uma corrida e a satisfação após um treino bem feito compensa todo o sofrimento. No meu tempo livre eu vou à academia. Fora isso, sempre tenho um livro na bolsa. Como trabalho, estudo, e levo a vida de modelo ao mesmo tempo, durante o meu tempo livre eu busco me manter em dia com as leituras da minha faculdade, estudo para as provas e faço os trabalhos obrigatórios. Além disso, hoje em dia faço aulas de italiano e claro, nunca passo um dia inteiro sem ouvir pelo menos uma música que eu amo! O humor do dia é outro com uma trilha sonora interessante.

7. O que um homem precisa para conquistá-la?

ANA LAURA: Para me conquistar, um homem ter que ser inteligente. Beleza chama atenção sim, mas saber conversar é muito importante. Demonstrou interesse por política ou economia eu já to achando o máximo. Além disso, tenho uma quedinha por músicos [risos].

Ana Laura Magalhães Barata

8. Quem é sua inspiração e por quê?

ANA LAURA: Tenho muitas inspirações! Na faculdade, no trabalho, na carreira profissional que eu tenho planejada e na vida de modelo. Profissionalmente no quesito universitário e no âmbito do meu trabalho, tenho inspirações diversas. Gosto muito do Eduardo Galeano, suas obras me fazem questionar politicamente o sistema. Gosto bastante dos livros do Jostein Gaarder, e teóricos da economia. As modelos que mais me inspiram são: Renata Kuerten e Emanuela de Paula, e gosto muito da costura do Michael Costello.

9. Compartilhe um segredo de beleza com as leitoras.

ANA LAURA: Não tenho muitos segredos de beleza, mas alguns costumes que ajudam bastante a manter um aspecto bom da pele é passar hidratante todos os dias e nunca dormir de maquiagem. Faço esfoliação constantemente e não uso condicionador no cabelo, acho que dessa forma ele fica menos opaco e mais solto.

10. Para terminar, que conselho daria para as meninas que sonham trabalhar como modelo ou entrar para o mundo dos concursos de beleza?

Ana Laura Magalhães Barata: Meu conselho para as meninas que querem ser modelo é a persistência. Existem muitas meninas bonitas por aí que não têm a oportunidade de mostrar o seu potencial, então o foco é se mostrar capaz, não só sonhar, mas fazer acontecer. Para isso, é importante se manter sempre saudável, se alimentar bem, e cuidar de si.