“Uma mulher brasileira cheia de sonhos que luta para realizar cada um deles. O sonho principal no momento é o de ser eleita Miss Brasil”. Assim se define a linda Tereza Azedo, Miss Amazonas 2013. Natural de Parintins, a bela tem 22 anos e 1,75 de altura. Em meio a agenda lotada, Tereza encontrou um espaço para conversar com a gente e contar um pouco sobre vida pessoal e a preparação para o Miss Brasil Universo, que será realizado em junho. Confira:

Tereza Azedo

Entrevista exclusiva com Tereza:

1. Quando começou o seu contato com o mundo dos concursos de beleza e por que você quis se tornar uma miss?

TEREZA AZEDO: A vontade de ser miss começou na infância, sempre fui interessada e fascinada por concursos de beleza, achava as misses verdadeiras princesas e eu queria ser como elas, mas era apenas um sonho. Durante a adolescência uma prima começou a me incentivar, porém, eu não me achava dentro dos padrões, até que um dia o coordenador do Miss Parintins João Paulo Santos me convidou para participar. Desse dia em diante coloquei na minha cabeça que eu poderia ser uma miss e comecei a me preparar para o Miss Amazonas.

2. Como foi sua preparação para o Miss Amazonas? Precisou mudar a alimentação, deixando de lado alguma coisa que adora comer? E complementando a pergunta, pretende alterar algo nesta preparação especificamente para o Miss Brasil?

TEREZA: A principio fiz uma reeducação alimentar, sempre fui magra, nunca gostei de doces, mas sofri bastante por não poder mais comer fast food. Sou a caçula de três irmãos e lembro que era bem difícil dizer “não” para eles quando vinham com alguma guloseima. Contudo, este sacrifício me fez perder sete quilos e assim, entrar no padrão de miss. Não pretendo alterar absolutamente nada, apenas intensificar os trabalhos que já vem acontecendo há 5 meses, claro que agora com o foco voltado para o Miss Brasil.

3. O que é mais difícil para você: desfilar para o público e para os jurados ou a competição com as outras candidatas?

TEREZA: O mais difícil é a competição comigo mesma. Todas as vezes que entro na passarela ou falo em público, quero que seja melhor que na vez anterior, é um trabalho de superação, acreditar em meu potencial e ter certeza que sou digna de carregar a faixa de Miss Amazonas.

Tereza Azedo Miss Amazonas

4. Em 2012 a norte-americana, Olivia Culpo (1,68 m de altura) conquistou o Miss Universo. Na sua opinião, isso representa uma quebra de paradigma ou miss ainda precisa ser alta (sendo que a altura média das brasileiras, segundo o IBGE, é de 1,61 m)?

TEREZA: A Miss Universa mais baixa foi a de 1965, Apasra Hongsakula, da Tailândia, com 1.64 m. Portanto, não foi uma quebra de paradigma, acredito que para ser Miss, a altura não é ponto determinante, e sim, mais um ponto do amplo conjunto que envolve a beleza, o conhecimento, a empatia e capacidade de ser Miss.

5. Pretende seguir uma carreira paralela a de modelo? Se sim, qual seria?

TEREZA: Estou me formando em Arquitetura e Urbanismo pela UNINORTE LAURENT, curso pelo qual sou completamente apaixonada. Tive que adiar a apresentação do meu TCC, devido aos inúmeros compromissos que estou cumprindo neste primeiro momento, mas pretendo concluí-lo, fazer minha especialização e exercer a Arquitetura. Quanto a carreira de modelo gosto muito de desfilar e de fazer moda, não vejo problemas em conciliar as duas carreiras.

6. O que você gosta de fazer no seu tempo livre e o que teve de abdicar para se preparar para esta carreira?

TEREZA: Gosto muito de ler e jogar tênis e não precisei abdicar de ambos, mas é claro que o tempo que dedicava a essas atividades foi reduzido, assim como o tempo que passava com a minha família e amigos. Fico feliz que eles compreendem que nada vem sem sacrifício e dedicação. Mais tarde teremos vários momentos ainda mais prazerosos juntos.

7. O que um homem precisa para conquistá-la?

TEREZA: Gosto de homens educados, inteligentes e românticos. O mundo está precisando de pessoas sensíveis e românticas, gosto de ser cortejada, gosto de sentir a pessoa realmente se preocupar em me conquistar. Essas coisas nunca saem de moda: respeito, gentileza, delicadeza e tolerância. São pequenos gestos e atitudes que tornam um homem interessante ou mesmo apaixonante.

Tereza Azedo

8. Quem é sua inspiração e por quê?

TEREZA: Minha inspiração são as recordações que tenho de meu saudoso avô. Seus ensinamentos para crescer na vida eram: “Plantar o amor e colher amor, plantar a verdade e colher a verdade, plantar o bem e colher o bem!” Isso me inspira a viver melhor, sou incapaz de odiar, mentir ou mesmo fazer o mal. Desde muito pequena sempre ouvi e guardei a frase: “O mal por si só, se destrói!”. Acredito nisso!

9. Compartilhe um segredo de beleza com as leitoras.

TEREZA: Uma boa alimentação e beber muita água nutrem e hidratam o organismo. Boas horas de sono e malhar diariamente nos deixam mais bem dispostas para enfrentar os compromissos do dia e sobre tudo, estar entre as pessoas que nos amam e incentivam. Isso tudo me deixa mais bonita e certa do que eu quero.

10. O que você acha dos elogios e das críticas que lhe são atribuídas?

TEREZA AZEDO: Acho muito natural que as pessoas tenham sua opinião formada a respeito de tudo, inclusive a meu respeito. Tenho certeza que não vou agradar a todos durante minha trajetória, mas vou me esforçar ao máximo para agradar aos jurados do Miss Brasil. Quanto as críticas? Que venham muitas, para eu lê-las e dentro da coerência mudar para melhor. Como eu disse em outra entrevista: “Aos que torcem por mim e me elogiam, muito obrigada, aos que não torcem, peço que torçam pelo Amazonas, sou tão pequena diante desse Estado. Torcer pelo Amazonas é torcer por si mesmo e não por mim. O Amazonas tem que vencer o Miss Brasil e não apenas a Tereza Azedo. Se eu ganhar, todos ganharão comigo!”