Esportes e o Coração: cuidados importantes para manter a saúde

Por  |  Comente

Com o verão se aproximando as academias ficam cheias. É muito importante que as atividades físicas sejam realizadas com supervisão e sem exageros.

Muito conhecida pelos benefícios que traz a saúde, a prática de esportes raramente é vista como prejudicial ao funcionamento do coração. Porém, isso pode acontecer quando os exercícios são realizados de maneira errada ou, até mesmo, sem prévia avaliação médica. Além disso, a falta de comprometimento em realizar os exercícios com frequência pode acarretar em grande perigo para a saúde cardiovascular: um alerta para os “turistas” da academia.

Campanha Coração Alerta

“Antes de iniciar as atividades físicas, todas as pessoas, sem exceções, devem estar em dia com uma avaliação médica visando detectar problemas cardiovasculares e checar suas condições para definir os níveis mais propícios para a prática de determinado esporte”, salienta Dr. Marcelo Cantarelli, coordenador da Campanha Coração Alerta.

Além disso, o médico diz que alguns exames poderão ser recomendados pelo médico, como bioquímicos (avaliação do perfil lipídico, glicemia, eletrólitos), eletrocardiograma, ecodopplercardiograma e teste ergométrico. “Também é importante na conversa com o médico, abordar o histórico pessoal e familiar de hipertensão arterial, infarto do miocárdio, cirurgias e problemas osteoarticulares”, salienta o médico.

Segundo Dr. Marcelo Queiroga, presidente da SBHCI – Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista, quando o assunto é exercício físico intenso e frequente, a atenção do atleta precisa estar voltada ao seu coração. “Com a prática intensiva e continuada de esportes, ocorrem mudanças no tamanho, estrutura e forma do coração: o órgão cresce a fim de se adaptar ao grande esforço por parte do atleta e, além disso, ele corre o risco de ter a composição de seus tecidos modificada, tornando-o mais sensível e suscetível a arritmias”, explica o médico.

“Outra informação importante aos praticantes de esportes é que o tempo ideal para a atividade física (quando realizada diariamente) é de uma hora no máximo. Após esse tempo, dificilmente o organismo conseguirá se beneficiar com os treinos”, finaliza Dr. Queiroga.

A população também deve estar alerta sobre os riscos de infarto. A SBHCI e a SBC – Sociedade Brasileira de Cardiologia – uniram-se para promover a Campanha Coração Alerta. No site da campanha (www.coracaoalerta.com.br), todos podem ter acesso a matérias e vídeos que, de maneira informativa, abordam temas relacionados à saúde do coração e os riscos de doenças cardíacas. Além disso, o conteúdo é divulgado por meio dos perfis nas redes sociais: Facebook (www.facebook.com/CoracaoAlerta) e Twitter (@CoracaoAlerta).

Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista

Fundada em 1975, a Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista – SBHCI – é uma entidade sem fins lucrativos que tem como principais objetivos zelar pelo nível ético, eficiência técnica e sentido social do exercício profissional da Cardiologia Intervencionista. A entidade é responsável por regulamentar à concessão do título de especialista, estabelecer normas e fiscalizar os serviços de cardiologia intervencionista, denunciando às autoridades competentes o não cumprimento das exigências mínimas de funcionamento. Além disso, a SBHCI promove cursos de atualização para estimular os estudos, à pesquisa científica, tecnológica e à educação continuada.

Paulistano, atuou como designer de 1993 a 2008 quando começou o Curiosando, onde aborda diversos temas, além da cobertura do Miss Brasil desde 2010.

Responder

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>