O MasterChef 2016 começou numa terça-feira, 15 de março e terminou na madrugada de quarta-feira, 24 de agosto.

A vitória foi de Leonardo Young, 31 anos, que além do troféu, ganhou um curso na escola de gastronomia “Le Cordon Bleu”, em Paris, 150 mil reais e um carro. Bruna, vice-campeã, também ganhou um curso na “Le Cordon Bleu”, mas em Ottawa, Canadá.

POLÊMICA | Nem bem acabou de faturar 150 mil e um carro caríssimo, Leonardo iniciou um financiamento coletivo para abrir uma hamburgueria, chamada Zebeléo, em São Paulo, com os sócios Bel Pesce e Zé Soares. Eles queriam dinheiro em troca de brindes, tipo camiseta, boné ou até viagem com o trio para quem doasse cerca de 10 mil… Enfim, obviamente a ideia foi ridicularizada e o financiamento coletivo foi cancelado…

Mas vamos falar do MasterChef, que foi premiado com o Troféu UOL de ‘melhor reality’ do ano passado, trouxe 21 competidores em 25 episódios – os três primeiros foram dedicados apenas às seletivas – muito chatos, diga-se de passagem.

Sobre os participantes: Nas eliminatórias, 75 candidatos foram selecionados, sendo 41 homens e 34 mulheres. As idades variam entre 19 e 74 anos.

Cada participante recebeu um cachê de R$ 400 para cada semana que permanecer na competição, segundo informações publicadas pelo jornal Folha de São Paulo.

Esse número de competidores mostrou que a Band quer aproveitar seu programa mais visto atualmente. Ano passado, além de registrar a maior audiência da emissora, foi também o programa de TV aberta que mais repercutiu nas redes sociais.

As inscrições começaram nos primeiros dias de janeiro e foram vetados profissionais que já trabalharam ou contavam com curso superior em gastronomia. Ao contrário do MasterChef Profissionais que contará com pessoas que estudam ou trabalham no ramo da gastronomia.

Apesar da crise, todas as cotas de publicidade foram vendidas para marcas como Alpargatas, Azeite Galo, BRFoods, Brilhante, Cacau Show, Carrefour, CIF, Dolce Gusto, Ford, Friboi, GSK, Itaipava, Knorr/Hellmann´s, McDonald´s, Nívea, Schin, Seara, Sky, Tramontina e TIM.

Esta foi a terceira edição do reality culinário. A primeira, em 2014, consagrou Elisa Fernandes; no ano seguinte foi a vez de Izabel Alvares ser eleita.

MasterChef Brasil 2016 – Participantes

Veja os 20 concorrentes que participaram do MasterChef Brasil 2016 – Fotos: Divulgação/BAND:

Aluísio Nahima – ELIMINADO EM 12/07

32 anos, natural de Cajuru, interior de São Paulo
Aluísio Nahima

Bruna Chaves – VICE-CAMPEÃ

29 anos, professora, natural de Nova Lima, (MG)
Bruna Chaves

Fábio Nunes – ELIMINADO EM 02/08

Modelo, 30 anos, natural do interior do Rio Grande do Sul
Fábio Nunes

Fernando Bianchi – ELIMINADO EM 05/07 (havia retornado em repescagem de 31/05)

31 anos, analista de controladoria, natural de São Paulo
Fernando Bianchi

Gabriella Palinkas – ELIMINADA EM 03/05

26 anos, engenheira química, natural do litoral de São Paulo
Gabriella Palinkas

Gleice Simão – ELIMINADA EM 21/06 (havia retornado em repescagem de 31/05)

Estudante, 20 anos, natural de São Paulo
Gleice Simão

*Guilherme Joventino

Diretor comercial, 37 anos, natural de Belo Horizonte (MG)
*Precisou abandonar o programa por problemas de saúde na família.
Guilherme Joventino

Hellen Cruz – ELIMINADA EM 05/04

Publicitária, 29 anos, natural de Osasco (SP)
Hellen Cruz

Lee Fu Kuang – ELIMINADO EM 26/07

Pesquisador, natural de Taiwan (pertencente a República da China)
Lee Fu Kuang

Leonardo Young – CAMPEÃO

Empresário, 31 anos, natural de São Paulo
Leonardo Young

Livia Cathiard – ELIMINADA EM 17/05

Produtora, natural do Rio de Janeiro, 27 anos
Livia Cathiard

Luriana Toledo – ELIMINADA EM 09/08

27 anos, fisioterapeuta, natural de Mogi das Cruzes (São Paulo)
Luriana Toledo

Nuno Codeço – ELIMINADO EM 10/05

37 anos, diretor financeiro, natural de Lisboa (Portugal)
Nuno Codeço

Paula Salles – ELIMINADA EM 19/07

33 anos, produtora cultural, natural do Rio de Janeiro
Paula Salles

Pedro Lima – ELIMINADO EM 06/07

27 anos, natural de Teresópolis (RJ)
Pedro Lima

Raquel Novais – ELIMINADA EM 16/08

32 anos, empresária, natural de Belo Horizonte (MG)
Raquel Novais

Rodrigo Domingues – ELIMINADO EM 26/04

Tenente, 35 anos
Rodrigo Domingues

Rodrigo Silva – ELIMINADO EM 07/06

34 anos, Policial militar, natural do Rio de Janeiro
Rodrigo Silva

Thaiana Wosniak – ELIMINADA EM 28/06

31 anos, Advogada e locutora, natural de Guarapuava (Paraná)
Thaiana Wosniak

Vanessa Vagnotti – ELIMINADA EM 14/06

46 anos, Professora, natural de Vitória (Espírito Santo)
Vanessa Vagnotti

Victor Castelo – ELIMINADO EM 19/04

Publicitário, natural de Salvador (Bahia)
Victor Castelo

Jurados do MasterChef Brasil

Nada mudou no time de jurados do MasterChef Brasil 2016. O brasileiro Henrique Fogaça seguiu na companhia do francês Erick Jacquin e da argentina Paola Carosella.

Paola Carosella

Cozinha profissionalmente desde os 18 anos, ainda na Argentina. Na França trabalhou no Le Grand Vefour, Le Celadon e Le Bristol. Passou também pela cozinha do Zuni Café, nos Estados Unidos, além do Soho Place, em Londres. Já em São Paulo, participou da abertura do consagrado Figueira Rubaiyat. Seu primeiro restaurante, Julia Cocina, foi aberto em 2003. Já o famoso Arturito, foi inaugurado em 2008. Paola foi eleita chef revelação pela revista Gula, em 2005 e chef do ano pela Veja, em 2010. Recebeu ainda o prêmio de “melhor restaurante variado”, da revista Veja, nos anos de 2009 e 2010.

Henrique Fogaça

Iniciou sua carreira no ano 2000, e foi eleito “chef revelação” pela Veja São Paulo e também pela revista Prazeres da Mesa é proprietário do restaurante Sal Gastronomia, que abriu em 2005. No ano de 2012 criou a Feira Gastronômica de comida de rua, em São Paulo. Em 2013 abriu o gastropub Cão Véio e em 2014, um American Bar, na parte superior do Sal Gastronomia.

Erick Jacquin

É chef, Maître Cuisinier de France, Chevalier du Mérite Agricole e Chevalier de la Légion d´Honneur; comandou o restaurante Au Comte de Gascogne, em Paris. No ano de 1995 veio para o Brasil assumir o restaurante Le Coq Hardy (eleito o melhor restaurante do país), em São Paulo. O francês, que já foi premiado diversas vezes “chef do ano”, abriu o Café Antique, em 1999, considerado o melhor restaurante Francês no mesmo ano. Em 2004, abriu o restaurante La Brasserie Erick Jacquin, em São Paulo, que fora eleito várias vezes o melhor restaurante francês de São Paulo e do Brasil. Já em 2013 decidiu se dedicar a eventos e palestras, por meio de sua empresa Erick Jacquin Événement. Hoje é chef responsável pela cozinha do Tartar&Co, e chef consultor do La Cocotte Bistro, além do Restaurante La Brasserie de la Mer, em Ponta Negra, Natal.

É isso. Esta foi mais uma edição do MasterChef Brasil.

COMPARTILHAR