Sul-Mato-Grossense Rebecca D’Albinie representa o Brasil no MRS Universe 2017 na África do Sul

Rebecca D'Albinie

MRS.Universe 2017 – A Mais Bela Mulher Casada do Planeta | Rebecca Dayanna Amarilha Albino, 29 anos de idade da cidade de Campo-MS, é Servidora Pública Federal, Indigenista Especializada, casada com Rafael Jiro Ferraz Higuchi, mãe de Rudah de 06 anos, recebera o título de Mais Bela Mulher Casada do Brasil, concurso denominado Mrs. Brasil Universe 2017 no dia 30 de abril no espaço do salão social Liseux na cidade de São Paulo. 

A representante brasileira ganhou o direito de participar da etapa internacional do MRS. Universe em seletiva realizada através de fotos pela organização nacional do Beleza Fashion Brasil com mulheres de todo o país.

O concurso Mrs. Universo 2017 será realizado entre os dias 26 de agosto a 03 de setembro de 2017 na cidade de Durban, Província: Kwa-Zulu Natal na África do Sul, sendo a grande final no dia 02 de setembro de 2017.

Rebecca, com um currículo extenso de conteúdos humanitários e relacionados à cidadania, é membro da Comissão Permanente de Assuntos Indígenas da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso do Sul, especializada em Direito Público e, também, em Direito do Estado e relações sociais, acaba atuando mais como defensora popular, orientando juridicamente e encaminhando quem a procura para conquista de direitos e acesso à cidadania, é eclética, Rainha de Bateria da escola de samba bicampeã em 2017 na capital do Mato Grosso do Sul, tem vários títulos de campeã de concursos de fantasia de luxo em Corumbá/MS, sempre batalhando para a não objetivação da mulher no país do carnaval.

Rebecca D'Albinie

Rebecca se dedica a seu cargo de servidora pública federal, dando seus bons préstimos à fundação nacional do índio desde o ano de 2010, em que aprimorou seu contato com situações humanitárias graves pela miséria entre os povos indígenas no seu estado Mato Grosso do Sul. Entretanto, há mais de uma década se dedica a acompanhamento social de famílias em vulnerabilidade social, principalmente atuando nos casos de violação de direitos da criança e do adolescente e violências às mulheres. “A África do Sul foi o país sede escolhido para este evento de valorização da mulher, e é a nação ideal, porque carrego comigo ideais de Nelson Mandela desde muito nova. Conhecer o chão do enfrentamento do aparthaid me renovará forças para continuar meu trabalho, trazendo pequenos alentos aos que precisam e não tem como encontrar o caminho do acesso a direitos”, afirma a representante brasileira Rebecca Dayanna.

Rebecca D'Albinie

Candidatas de todo o mundo estarão envolvidas em várias atividades durante os dias de concurso, incluindo introdução aos costumes da África do Sul, convivência com as pessoas locais, a comida e lugares de interesse sócio-cultural. “Um concurso de beleza não é apenas julgar a beleza física. Ele também julga a inteligência. Os juízes procuram por mulheres com beleza tanto interior quanto exterior. Mostre-lhes a sua inteligência, trabalhando em seu discurso. Use seus conhecimentos pessoais e fale genuinamente. Utilizar suas experiências próprias também aproxima os juízes e o público de você, o que a torna mais atraente. Por exemplo, mencione seu trabalho voluntário ou opções de vida pessoais quando responder às perguntas. Mostre ao público e aos juízes que tem experiência em primeira mão sempre que possível”, afirma a coordenadora nacional do MRS. Universo, Edenir Vaz.

MRS. Universe 2017 (a mais bela mulher do Universo)

MRS. Universe 2017

Enganam-se quem pensa que o Mrs. Universe se resume a um concurso de beleza para mulheres casadas. É um evento para mulheres modernas que, além de esposas, são bem sucedidas em suas carreiras e participam ativamente da comunidade onde vivem. Criado pela advogada de Direitos Humanos, Sra. Megi Savova, o Mrs. Universe é disputado desde 2007 e sua sede se localiza na Bulgária. Além de desfiles tradicionais, o evento abriga discussões e debates sobre violência contra crianças e mulheres, por exemplo. Problema grave em todo o mundo, especialmente no Brasil onde a cada 15 segundos uma mulher é agredida, segundo dados do CFEMEA (Centro Feminista de Estudos e Assessoria). O primeiro concurso de beleza “Mrs.” pronuncia-se, “missis”, para mulheres casadas, foi realizado em 1936, nos Estados Unidos, o concurso voltado às jovens esposas e mães.

MRS. Universe 2017

O Concurso Beleza Fashion Brasil, idealizado e realizado por Edenir Vaz, é um espetáculo de completa clareza, socialmente responsável, acima de tudo justo e com responsabilidade social, respeita o estilo tradicional dos concursos de beleza, mas em um novo estilo fashion vem levantar futuras modelos, com uma nova característica. É com grande orgulho e satisfação que apresentamos oficialmente a nossa representante brasileira no MRS. UNIVERSE 2017.

Conheçam a nossa MRS. Brasil Universe 2017

Rebecca D'Albinie

Nome artístico/social: Rebecca D’Albinie
Facebook: Rebecca D’Albinie
Instagran: @beccadalbinie
Nome civil: Rebecca Dayanna Amarilha Albino      
Idade: 29 anos
Altura: 1,70m
Nome do esposo: Rafael Jiro Ferraz Higuchi
Filhos: Rudah, de 06 anos
Ocupação profissional: Servidora Pública Federal
Cargo: Indigenista Especializada
Idioma: inglês
Signo: Virgem
Música preferida: todas de ritmo e batidas
Cabelo: castanho
Olhos: castanhos
Cor preferida: preto
Comida favorita: sushi
Mania: arrumar quadras tortos nas paredes
Hobby: representar o carnaval do luxo
Se resuma em uma palavra: Obstinação
Filme: “Os Miseráveis”
O que não pode faltar no guarda roupa: calça
Viagem dos sonhos: Camboja e Marrocos
Livro: O poder do agora – EckhartTolle
Defeito: mau humor
Sonho: realizar projetos sócio-culturais profissionalizantes na área da educação indígena
Não suporta: Mentira
Um vício: Cinema

O que significa representar o Brasil para você no concurso de Mrs. Miss Universo?

Significa ser reconhecida como instrumento de mudança social, em um momento tão atípico politicamente no Brasil. Além do privilégio e da responsabilidade em representar um país tão singular como o Brasil, sinto-me honrada por, de certa forma, ser a porta voz brasileira num fórum internacional de direitos às mulheres. As mulheres são o primeiro sinal de amor na humanidade, podemos, através da sensibilidade feminina, fazer muito pela coletividade, pelo bem comum, abordando por meio da pauta tema os direitos humanos básicos que ainda são violados.
 

Em sua opinião, qual o verdadeiro papel de uma Miss?

O verdadeiro papel de uma miss é levar consigo amor ao próximo através de sua beleza. O verdadeiro papel de uma MRS Brasil é levar voz sobre os problemas sócio-culturais sofridos no Brasil e procurar possíveis soluções na troca de saberes entre as nações, mostrando a força da mulher brasileira.

O que é mais difícil para você: desfilar para o público e para os jurados ou a competição com as outras candidatas?

Todas as experiências serão um desafio prazeroso e de aprendizado extremo. O MRS Universe não é só mais um concurso de beleza onde se elege a mais bela mulher casada do universo, os jurados buscarão uma mulher que faça a diferença na vida real, que  sempre ocupe principalmente com o seu país, que se solidarize com quem está ao seu redor e que além de representar a beleza do seu país, esteja realmente engajada nas questões sócio-culturais.
 

Como está a sua preparação para o concurso internacional?

 
Quando recebi o telefonema de confirmação que havia sido escolhida, já saímos em busca de patrocínio e todas as formas de apoio. Já participo de uma rotina de atividades físicas que incluem musculação funcional, exercícios cardio-respiratórios e dança. Bem como há certo cuidado com a alimentação para não haver ganho de peso. Mas a preparação engloba também idas rotineiras ao salão de beleza, sessões de fotos, escolhas de figurinos e incansáveis buscas de parcerias, aulas de passarela e postura.
 
Rebecca D'Albinie

Você vai concorrer ao título da Mulher Mais Bela do Mundo, como está seu coração?

Meu coração está como minha mente, a mil! Mal consigo dormir direito, a busca por patrocínio e o empenho em aproveitar a chance, fazem da ansiedade minha companheira. A expectativa por novos caminhos é uma grande impulsionadora na vida de qualquer ser humano, estou emocionada por ser a escolhida em representar mais que meu país, minha causa própria.

Quando você era criança, sonhava com isso?

Toda menina sonha em ser princesa, fui bastante influenciada por contos de fadas, mas sempre gostei de política e de assistência ao menos favorecidos. Ser Miss é um misto de tudo isso, posso considerar que, sim, sonhei com isso!

Qual conselho você daria para quem tem o sonho de ser Miss ou sonham em um dia representar seu estado, seu país?

Dediquem-se e corram atrás dos seus sonhos. É preciso se expor e sair do que é cômodo para se ter sucesso! É um trabalho profissional, exige estudo, comprometimento e seriedade. E quando começarem a sentir que estão no caminho certo, o principal recado dessa entrevista: MANTENHAM-SE HUMILDES E COM OS PÉS NO CHÃO.
 

Quem foram seus maiores incentivadores?

Meu esposo e meu filho.

Como você descreveria essas pessoas que tanto fizeram para que você chegasse aonde chegou?

Insistentes e audaciosos, acreditam mais nos meus potenciais do que eu mesma.

BELEZA FASHION BRASIL | Informações: estrelandoms@gmail.com