Comprar ou alugar carro: o que vale mais a pena?

Especialista da Kovi pontua as vantagens e desvantagens que devem ser analisadas para decidir entre um veículo por assinatura

Há muito tempo os carros fazem parte da paisagem natural do dia a dia e  desempenham um papel essencial na vida de muitas pessoas — seja por necessidade, por praticidade ou simplesmente por conforto. Mas algo que tem mudado ao longo dos últimos anos é o acesso ao  veículo. Enquanto antes, havia o sonho de possuir um carro próprio, atualmente, muitos têm optado pelos carros por assinatura. 

Para ajudar a escolher a melhor opção que encaixa com o bolso dos brasileiros, Bruno Poljokan, CRO (chief revenue officer) da Kovi, startup que está revolucionando o acesso ao carro na América Latina, listou alguns pontos que vale a pena ficar de olho na hora de decidir qual a melhor opção no atual momento da economia brasileira.

Vantagens de comprar um automóvel:

1. O carro é um patrimônio

Comprar um carro não é exatamente um investimento, já que a tendência é que o bem perca o valor com o passar do tempo. No entanto, uma coisa não se pode negar: quando o carro é próprio, ele se torna parte do patrimônio de quem o possui. Ou seja, caso seja preciso, é possível vender para obter algum retorno financeiro, por exemplo. Já no caso do aluguel, quando o motorista não quiser mais, o único valor que será devolvido é o da caução – que é pago ao assinar o contrato.

2. Você pode fazer modificações para conforto ou estilo

Algumas pessoas gostam de fazer customizações no veículo – turbinar o motor, rebaixar o carro, instalar um sistema de som mais potente ou até mesmo envelopar a lataria. Para quem faz parte deste time, é indicado que a pessoa adquira um carro próprio. Isso porque, não é permitido fazer esse tipo de modificação em carros por assinatura 

“O aluguel de carro é bem similar quando falamos sobre aluguel de um imóvel. É muito importante que fique claro que o veículo alugado precisa ser devolvido à locadora exatamente nas mesmas condições em que foi entregue. Caso contrário, há cobrança de taxas extras, o que acaba saindo caro no bolso do usuário”, explica o especialista.

3. Realização de um sonho

Para muitos, ter um carro próprio representa um sonho a ser realizado, uma conquista muito grande. Por este motivo, vale a  pena considerar este desejo na hora de tomar uma decisão. 

Vantagens de alugar um carro

1. Mais facilidade

O carro alugado poupa o motorista de muitas dores de cabeça, principalmente em relação a gastos, papeladas, entre outras coisas burocráticas, como por exemplo, o licenciamento, o IPVA e o emplacamento do veículo – que passam a ser responsabilidade da locadora e não do locatário. Além disso, outros custos também são embutidos nessa contratação, como por exemplo, custos como manutenção preventiva, pacote de proteção e assistência 24 horas. Em outras palavras, a única preocupação passa a ser em abastecer e dirigir com segurança.

“Aqui na Kovi, por exemplo, a manutenção preventiva pode ser feita nas próprias Oficinas Kovi que estão espalhadas em diversas regiões de São Paulo e em Porto Alegre, ou então em uma de nossas oficinas parceiras. Isso dependerá do tipo de manutenção e problema do veículo. O agendamento é feito de forma online de forma simples, rápida e é realizado por profissionais altamente qualificados”, pontua Bruno.

2. Gasto mensal mais baixo

De modo geral, os gastos mensais com o aluguel serão mais baixos do que se tivesse feito um empréstimo ou financiamento para a compra do carro – considerando as taxas de juros normais durante três ou quatro anos. Desta maneira, com o aluguel é possível economizar e ter um dinheiro a mais no bolso quando chegar ao final do mês.

3. Mais liberdade 

É mais fácil desfazer de um carro alugado do que o próprio. Enquanto o carro próprio é preciso considerar a depreciação do veículo para estabelecer o preço de venda, encontrar um comprador, cuidar de toda a parte do pagamento, fazer a transferência da documentação, o carro alugado, é bem mais simples: basta devolvê-lo para a locadora e que a contratação do serviço de assinatura será finalizado.

Esse formato é bom para quem não tem certeza que vai querer o carro por muito tempo, principalmente para quem vai precisar do veículo só por um determinado período ou ainda para aqueles que gostam de trocar de modelo com mais frequência. 

“Além das vantagens citadas acima, é preciso levar em consideração principalmente qual é a atual situação financeira e por quanto tempo pretende ficar com o veículo. Vale lembrar que o custo do carro próprio vai além do seu preço propriamente dito, o que acaba prejudicando quando não se tem um planejamento bem definido a longo prazo. Já em relação ao uso do veículo, é preciso pensar o quanto a flexibilidade em realizar a contratação pelo modelo de assinatura do veículo passa a ser algo importante.  Por exemplo, um carro próprio que fica mais tempo parado na garagem do que rodando na rua, pode ser um gasto desnecessário”, finaliza o especialista da Kovi.

Instagram Adoro Plantas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui