No metaverso, cassino virtual movimenta mais de R$ 13 milhões por mês

Há anos, provavelmente décadas, que o poker é uma verdadeira febre mundial, conquistando fãs por todo o planeta, principalmente em sua versão digital. Mas outros jogos de azar, como o blackjack e a roleta, também chamam bastante atenção da população, que costuma frequentar plataformas de jogatina online ou estabelecimentos reais em busca desses jogos clássicos.

E com a criação do metaverso, era um processo natural que esses universos colidissem. Dessa forma, um cassino no Decentraland aponta um novo caminho para esse modelo de negócio, já que desde a sua criação ele tem movimentado cerca de R$ 13 milhões por mês.

Ice Poker

Nomeado de ICE Poker, o cassino virtual tem chamado a atenção de vários participantes do Decentraland, um dos metaversos em blockchain mais famosos do planeta. Com isso, a plataforma tem recebido em média 6 mil usuários por dia para suas disputas virtuais, que incluem prêmios em dinheiro fictício e sem valor real, mas também em criptomoedas.

Criado há somente três meses, o ICE Poker movimentou US$ 7,5 milhões (aproximadamente R$ 40 milhões) de lá para cá. De acordo com Miles Anthony, o criador da Central Games, também responsável pela empreitada, o ambiente virtual tem pelo menos mil usuários online a qualquer momento do dia. “Não soa como algo grande, mas se tratando de um metaverso, é bastante substancial, especialmente considerando que o principal problema dos metaversos atualmente é que eles estão vazios”, afirmou o executivo em uma entrevista ao Coindesk.

Enquanto isso, a Decentral Games começou a operar há pouco mais de um ano, e adquiriu diversos terrenos virtuais na Decentraland. Atualmente, a organização conta com pelo menos mil pedaços de terra no metaverso, e os seus clientes correspondem a aproximadamente 30% dos usuários diários do Decentraland, de acordo com a publicação da empresa.

Eles ainda apontam que qualquer pessoa pode jogar poker, roleta, blackjack ou qualquer um dos outros jogos disponíveis em sua plataforma no metaverso gratuitamente – contudo, caso o jogador queira receber algum prêmio em dinheiro, que é pago em criptomoedas, ele precisa adquirir ao menos um NFT oficial da Decentral Games. Eles atualmente têm sido negociados na plataforma OpenSea, onde os itens digitais custam em média 2,4 ETH, ou US$ 7 mil (R$ 37 mil). Diferentemente da plataforma no metaverso, os cassinos online são muito mais acessíveis aos fãs da jogatina, já que também oferecem rodadas de jogos gratuitos, sendo que com um baixo investimento inicial, o jogador já tem acesso a bônus de boas-vindas generosos, que multiplicam seu saldo inicial, possibilitando uma jogatina muito mais fluida e descontraída.

Aluguel e mercado dos jogos de azar

Sabendo que um custo de entrada de US$ 7 mil seria uma barreira para muitos usuários, a Decentral Games criou um sistema de aluguel de NFTs. Nele, os usuários que possuem os tokens não fungíveis podem oferecer os seus itens a outras pessoas, que devem pagar uma taxa de 40% a 60% dos prêmios obtidos durante sua jogatina como aluguel.

De acordo com os dados colhidos pelo Statista, o setor das apostas online tem movimentado US$ 60 bilhões anualmente, levando em consideração os jogos de azar, poker e palpites esportivos. Caso os metaversos continuem sua expansão e se tornem extremamente populares como algumas companhias acreditam, é possível que atividades simples de entretenimento, como jogar poker ou blackjack com amigos, migrem totalmente para o ambiente digital em 3D.

Enquanto isso, o mercado de NFT foi um verdadeiro sucesso em 2021, já que conseguiu sair da sua bolha de entusiastas e conquistou o mundo. A DappRadar aponta que em 2021, a compra e venda de tokens não-fungíveis alcançou US$ 24,9 bilhões, um aumento absurdo em relação a 2020, onde os NFTs movimentaram apenas US$ 94,9 milhões. Apesar dos quase US$ 25 bilhões ser um valor surpreendente, os dados da DappRadar estão incompletos e esse mercado pode ter movimentado muito mais, já que a empresa em seu estudo não levou em consideração as transações realizadas “off-chain”, ou seja, aquelas que não foram realizadas através das plataformas tradicionais.

Recomendados para você

Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui