Lala Guedes representou o Brasil, concorreu com outras 62 candidatas de diferentes países e chegou à grande final.

Em Dezembro de 2020, a paraibana viajou mais de 3 mil quilômetros para realizar sua preparação em Curitiba, no Paraná, com o especialista em concursos de beleza e consultor de misses Paulo Filho.

Durante sua preparação, a modelo paraibana conheceu 5 cidades do Paraná, fez o tradicional passeio de trem da Serra Verde Express sentido a Morretes, fotografou no Jardim Botânico e fez seus ensaios de passarela no impactante palco da Ópera de Arame.

Lala Guedes tem 27 anos, cursa o 8º período de medicina e divide a vida acadêmica com a carreira de miss. Em janeiro de 2020, ela participou da etapa nacional do Miss Grand Brasil, se sagrando campeã. Na oportunidade, o paranaense Paulo Filho palestrou para as candidatas e assim conheceu a paraibana.

Lala Guedes e Paulo Filho

“Lala é uma mulher incrível. Após sua conquista nacional tivemos a oportunidade de conversar e quis o destino que meses depois estivéssemos trabalhando juntos. Fico feliz em somar nessa fase tão especial da vida dela. Ver o Brasil sendo protagonista em um concurso desse porte é simplesmente maravilhoso” – comenta o paranaense especialista em concursos de beleza.

No dia 1º de março de 2021, Lala viajou para representar o Brasil na Tailândia e, por causa da situação da pandemia, precisou passar 14 dias de confinamento total no quarto de um hotel, na cidade de Bangkok. O isolamento é exigido pelo país para visitantes estrangeiros.

A pupila do consultor de misses paranaense ficou na quinta colocação do evento. A vencedora foi a modelo americana Abena Akuaba, primeira negra a vencer o Miss Grand International. O top 5 ainda teve a filipina Samantha Bernardo em segundo lugar, a guatemalteca Ivana Batch em terceiro e a indonésia Aurra Karishma em quarto.

Na competição internacional, as candidatas passam por algumas etapas que são tradicionais nestes concursos, como prova preliminar de biquíni, preliminar de traje de gala, entrevista e desfile de traje típico. A modelo contou a sensação da responsabilidade de representar o país.

Lala Guedes

“Representar o meu país em um evento mundial gera uma expectativa gigantesca. Mas representar o Brasil em um concurso da dimensão do Miss Grand International gera alegria, satisfação e muita emoção”, disse Lala.

Na prova final, Lala Guedes usou um vestido nas cores do Brasil. Com a etapa internacional finalizada, Lala Guedes ainda passará duas semanas na Tailândia, cumprindo o restante da agenda com a organização do Miss Grand International.

Gosta de jardinagem e natureza?

Adoro Plantas no Instagram
Ativar Notificações
Receber notificação de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários