InícioDiversosParamédica em Londres ensina passo a passo para ajudar em uma crise...

Paramédica em Londres ensina passo a passo para ajudar em uma crise convulsiva

-

Primeiramente, temos que entender o que é Convulsão. Uma convulsão ocorre quando os músculos de uma pessoa se contraem incontrolavelmente.

As convulsões podem acontecer em uma parte específica do corpo ou podem afetar o corpo inteiro. O motivo de alguém sofrer de convulsões é muito variado, desde doenças neurológicas, traumas na cabeça, problemas metabólicos e até febres.

O mais importante para pessoas leigas é saber como agir para ajudar alguém que esteja sofrendo uma convulsão. E nada melhor do que uma profissional que lida com isso no seu dia a dia para nos orientar com dicas preciosas.

Segundo Priscila Currie – que é a única paramédica brasileira neste cargo em Londres, as convulsões são mais comuns que pensamos e pode acontecer a qualquer momento. A maioria dura entre 30 segundos e 4 minutos.

Se a pessoa não tiver histórico de convulsões ou se você não conhece ela é importante chamar uma ambulância imediatamente, inclusive se continuar após 5 minutos. Existem algumas técnicas para esses momentos de crise que podem salvar vidas”, explica a paramédica.

CONFIRA:

1 – Ampare a pessoa para que ela não se machuque. Se tiver ao seu alcance, coloque almofadas embaixo da cabeça do paciente e retire objetos que possam machucá-lo.

2 – Se possível, mantenha a pessoa de lado para que a saliva ou sangue que saem da boca não sejam aspirados pelas vias aéreas do individuo.

3 – Mantenha a pessoa na posição lateral até ela voltar a sua consciência.

4 – Nunca forçar a boca da pessoa aberta, nem coloque dedos ou objetos nesta região, pois existe o risco alto dela morder e machucar o socorrista ou até de quebrar seus próprios dentes.

Lembrando que é impossível engolir a própria língua, fique tranquilo, mas após a convulsão a pessoa pode ficar muito confusa. Dessa forma, tenha paciência e explique para ela o ocorrido com empatia. Essa atitude é essencial”, explica Priscila.

A paramédica ressalta ainda que pessoas que sofrem de convulsões recorrentes, às vezes, sabem quando vão ter uma crise e, neste caso, o importante é colocar ela no chão e perguntar se a ambulância deverá ser chamada, pois nem todo mundo que sofre convulsão precisa de assistência médica, principalmente se a convulsão fizer parte de sua rotina e passar antes dos 5 minutos no máximo.

Instagram Adoro Plantas