De acordo com o relatório “Football Money League” da Deloitte, o Real Madrid e o Barcelona são os clubes mais ricos do mundo. Nenhuma novidade portanto.

Independente da posição, não é nenhuma surpresa que estas equipes contratem os melhores jogadores do mundo; afinal, dinheiro não é problema.

Cerca de 40% do total arrecadado pelos 20 clubes mais ricos, vem das receitas de TV. Na Premier League o valor pago a cada clube é gigantesco. Não é a toa que cinco equipes estão entre os 10 clubes mais ricos e TODOS os clubes que disputam a primeira divisão inglesa entraram no top 40; é a única liga de futebol a conseguir essa façanha. Situação inversa vive a Itália. Em 2001, cinco times faziam parte do TOP 10, enquanto este ano apenas a Juventus aparece entre os 10 times mais ricos do mundo.

Já para a revista norte-americana “Forbes”, os clubes mais ricos são medidos de acordo com o patrimônio que possuem: estádio, valor da marca, elenco, etc, ou seja, são classificados como os clubes mais valiosos.

Nestes critérios, adivinhe só: o líder novamente é o Real Madrid, que vale mais de 3 bilhões de dólares, seguido pelo Barcelona, com valor também superior a 3 bi.

Porém, um novo estudo divulgado pela KPMG, grande empresa de prestação de serviços profissionais, o Manchester United é o primeiro clube de futebol a valer 3 bilhões de euros! Confira este ranking divulgado no final de maio de 2017:

1. Manchester United: 3.004 bilhões de euros
2. Real Madrid: 2.895 bilhões
3. Barcelona: 2.688 bilhões
4. Bayern de Munique: 2.367 bilhões
5. Manchester City: 1.909 bilhões de euros

Clubes mais valioso do mundo 2016

Os números do ranking a seguir foram atualizados em janeiro de 2017:

1. Real Madrid: 3,4 bilhões de euros

2. Barcelona: 3,3 bilhões de euros

3. Manchester United: 3,1 bilhões de euros

4. Bayern de Munique: 2,5 bilhões de euros

5. Arsenal: 1,9 bilhão de euros

6. Manchester City: 1,8 bilhão de euro

7. Chelsea: 1,5 bilhão de euro

8. Liverpool: 1,4 bilhão de euro

9. Juventus: 1,2 bilhão de euro

10. Tottenham: 961 milhões de euros

11. Borussia Dortmund: 788 milhões de euros

12. Milan: 777 milhões de euros

13. PSG: 767 milhões de euros

14. Schalke 04: 617 milhões de euros

15. Atlético de Madri: 597 milhões de euros

16. Inter de Milão: 527 milhões de euros

17. West Ham: 511 milhões de euros

18. Roma: 479 milhões de euros

19. Napoli: 373 milhões de euros

20. Newcastle: 361 milhões de euros

E no Brasil? Por aqui quem costuma fazer a avaliação dos clubes é a BDO Sports Management, que considera o fluxo de caixa e “diferenciais de marca”, além de pesquisar dados do torcedor, ou melhor, das características de cada torcida, para definir o quão valioso é o clube.

E, divulgado em setembro de 2018, o ranking dos clubes com as maiores receitas do Futebol na temporada 2016/2017, em milhões de Euros é:

Ranking dos clubes com as maiores receitas do Futebol
Imagem: Reprodução/Infoesporte