4 Dicas de Hardware para que os consumidores apliquem em e-Sports

Com o surgimento de campeonatos amadores e profissionais de esports jogadores de todo o mundo estão cada vez mais preocupados com seus setups a fim de melhorar seu desempenho. De acordo com o estudo do PGB, os jogadores de esports cresceram 10,7% no ano passado e quase um terço deles participa de competições. Para ajudar os consumidores a navegar nesse cenário competitivo, os especialistas da AMD trouxeram dicas importantes para eles atualizarem ou montarem suas compilações. 

Competições não são streams 

“Quando você está transmitindo ao vivo, você quer alta qualidade gráfica, mas em uma competição, você precisa espremer cada gota de desempenho possível porque cada segundo que você ganha em resposta pode mudar o jogo”, diz Alfredo Heiss, especialista em hardware da AMD Brasil. 

Ao montar uma compilação de fluxo, você precisa se concentrar em multitarefa e qualidade de fluxo, mas quando você está montando um PC competitivo, você precisa ter uma CPU e GPU de alto desempenho, juntamente com periféricos que permitem que você tenha um bom desempenho e jogue confortavelmente por horas. Um exemplo rápido seria uma CPU Ryzen™ 9 5900X com uma Radeon™ RX 6900 XT, um mouse e teclado gamer. 

Foco em FPS e tecnologias de aumento de performance 

“Nós entregamos lindos gráficos, mas para competições também queremos garantir que os jogadores tenham o melhor FPS para garantir que o desempenho gráfico esteja à altura de suas demandas para vencer a partida”, diz Patricia Lenny, chefe de GPU da AMD Brasil. 

Uma GPU top de linha como a Radeon™ RX 6900 XT pode entregar mais de 300 fps em Overwatch e mais de 200 fps em Fortnite, por exemplo. Também oferecemos outras tecnologias para melhorar sua vantagem competitiva, como ausência de screen tearing com AMD FreeSync™, menos latência com Radeon™ Anti-lag e desempenho extra com Radeon™ Boost. 

Você precisa de uma CPU para suportar seus gráficos 

“Alguns jogadores apostam muito nos gráficos, mas é necessária uma boa CPU para evitar gargalos e garantir um ótimo desempenho em um PC bem ajustado”, explica Artur Oliveira, líder de CPU da AMD Brasil. 

O mais recente lançamento da AMD, o Ryzen 5800X3D com a tecnologia 3D V-Cache, antes presente apenas na família de processadores EPYC e agora disponível em Ryzen, é considerado pela empresa como o potencial processador mais poderoso do mundo para games. Outro topo de linha da AMD, o AMD Ryzen™ 9 5900X conta com 12 núcleos e tecnologias como Precision Boost 27, Precision Boost Overdrive8 e suporte PCIe® 4.0. Essas tecnologias e outras estão amplamente disponíveis na família Ryzen, sendo que outra boa escolha de primeira linha para os jogadores é o AMD Ryzen™ 7 5800X. 

As configurações podem fazer uma enorme diferença 

Quando você entra no cenário competitivo não é tudo “plug and play”, existem diferentes softwares que os consumidores podem usar para garantir que sua GPU e CPU estejam funcionando da maneira ideal para suas necessidades, ajustando configurações e uso para aumentar o desempenho. O AMD Radeon™ Boost, por exemplo, reduz a resolução em movimentos rápidos de caracteres para aumentar o FPS com baixo impacto na qualidade gráfica. 

Os jogadores devem ler todas as ferramentas de software que sua GPU e CPU têm disponíveis para habilitar o que faz mais sentido para suas partidas e desempenho. Também é importante garantir que os drivers sejam atualizados para garantir as correções e atualizações mais recentes no desempenho, pois estão em constante evolução ou tendo problemas corrigidos. 

Para informações mais detalhadas sobre hardware e builds para o melhor desempenho em esports, nossos especialistas estão disponíveis para entrevistas.

Instagram Adoro Plantas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui