Motivos pelos quais as crianças precisam do contato com a natureza

A maioria dos brasileiros vivem em área urbana e as crianças acabam passando a maior parte do tempo em locais fechados, seja na escola ou em casa. Além disso, quando saem para passear, geralmente vão para casa de parentes, shoppings, cinemas e outros.

O motivo, muitas vezes, é por conta da vida corrida dos pais, que acabam optando por locais de acesso mais rápido. Mas, mesmo aqueles que moram em grandes centros urbanos, têm sempre alguma opção na natureza por perto.

Porém, nem todos acham relevante, muitas vezes por não saber dos benefícios que o contato com a natureza traz para os pequenos. Entenda!

Por que as crianças precisam do contato com a natureza?

Atualmente, as pessoas adquiriram novos hábitos e isso se dá por conta da rotina de crianças e adultos. Assim, passaram a desenvolver um estilo de vida mais sedentário, tanto que existem mais adultos com diabetes, obesidade, miopia, problemas cardiovasculares, altos níveis de estresse, ansiedade, depressão e outros, do que anos atrás.

Somente esse fator, saúde, já nos leva a refletir sobre mudanças no estilo de vida e como manter certa frequência ao visitar locais na natureza contribui com a saúde física e mental. O confinamento voluntário vem sendo estudado pela comunidade científica.

De acordo com especialistas, é muito importante que os pais mantenham o equilíbrio entre manter os filhos seguros em casa e deixá-los ao ar livre. Embora a falta de tempo seja um dos principais motivos para não fazer uma programação em meio à natureza, é importante planejar essas visitas.

Os pais podem aproveitar as férias, feriados e alguns finais de semana para esse tipo de programação. Ao redor das grandes e pequenas cidades existem lugares que proporcionam essa experiência, seja em reservas, fazendinhas ou outros ligados ao ecoturismo, em que a família pode viajar de carro próprio, ao invés de ônibus, fretado ou não, van, avião e outros. 

Além de contribuir com os pequenos, o contato com a natureza revigora, permitindo retornar às atividades rotineiras com a energia mais recarregada.

Para entender melhor, veja alguns benefícios gerados pela natureza na vida das crianças e de toda a família. Acompanhe!

1. Reduz o risco de obesidade infantil

Muitos estudos já comprovaram que a criança que brinca ao ar livre, especialmente na natureza, reduz as chances de serem obesas. Afinal, as brincadeiras fazem com que saiam do sedentarismo.

Portanto, quanto mais ativa, menores serão as chances de a criança desenvolver obesidade infantil, um problema muito comum no país. De acordo com dados do SUS, referentes a 2019, mais de 28% das crianças de 5 a 9 anos e mais de 14% das crianças de até 5 anos estavam com excesso de peso. 

Entre elas, mais de 13% e 7% foram diagnosticadas com obesidade, sendo que 5% das crianças de 5 a 10 anos estavam com obesidade grave. Como mencionado no começo, existem evidências de que as crianças que convivem em meio à natureza e praticam atividades ao ar livre reduz o sedentarismo, logo, contribui contra a obesidade.

2. Previne a miopia

A maioria das crianças que não brincam ao ar livre acabam passando muito tempo em frente a telas (notebooks, smartphones e videogames, por exemplo). Oftalmologistas acreditam que quando ficamos ao ar livre, focamos em objetos distantes e isso ajuda na prevenção.

Além disso, a exposição excessiva às telas, que afeta no tempo passado ao ar livre, interfere em sua manifestação. Ou seja, mesmo que milimétrico, a miopia pode ser resultante do aumento do diâmetro anteroposterior do olho. 

3. Estimula a imaginação e criatividade

Como não oferece uma estrutura prévia, os pequenos passam a fazer adaptações, ou seja, usam a imaginação e criatividade para inventar suas próprias brincadeiras. Seja em um parque dentro da cidade, reservas ou mesmo no jardim da casa, a criança pode se movimentar com mais liberdade.

Isso também ajuda o pequeno a imaginar diferentes cenários. Além disso, a natureza ativa os sentidos dos pequenos, diferentemente de outras atividades em um cenário fechado.

Afinal, as crianças podem sentir cheiros, ouvir diferentes sons e sentir a textura de cada planta, da terra e da grama.

4. Benefícios gerais

No geral, brincar na natureza traz muitos benefícios. Veja outros!

  • Fortalece os vínculos afetivos, já que são muitas as brincadeiras em família;
  • Promove a educação ambiental na prática;
  • Diminui o cortisol, que é o hormônio do estresse;
  • Contribui com os batimentos cardíacos, melhorando as medições de pressão sanguínea;
  • Previne a deficiência de Vitamina D;
  • Maior gasto de energia;
  • Fortalece o sistema imunológico, já que o pequeno terá contato com diferentes bactérias e micro-organismos;
  • Domínio espacial;
  • Promove harmonia e vitalidade;
  • Ajuda na qualidade do sono;
  • Os pequenos aprendem a correr riscos e medi-los, por exemplo, subir em uma árvore;
  • Ajuda no equilíbrio do corpo;
  • Superar desafios, especialmente ao fazer trilhas;
  • Convite para o movimento, o que auxilia na estruturação do sistema muscular;
  • Desenvolve a autoconfiança.

Então, agora você já conhece alguns motivos pelos quais as crianças precisam do contato com a natureza. Aproveite para programar atividades em família!

Por: Andreia Silveira, editora no SeguroAuto.org.

Recomendados para você

Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui