Priscilla Martins é, além de linda, extremamente simpática – desde sempre, não mudando após sua vitória; o que infelizmente acontece com muitas misses, diga-se de passagem). Esta mineira de 21 anos e 1,74m superou quase 40 candidatas para conquistar o título de Miss Terra Brasil 2013, além dos prêmios de melhor Traje Típico e Miss Favorita (a mais votada pelos internautas); o concurso foi realizado em Divinópolis, na noite de 24 de agosto.

Priscilla se prepara agora para nos representar no Miss Earth 2013, que acontece em dezembro, nas Filipinas (a grande final será no dia 7); e em meio a esta preparação arrumou um tempinho para participar desta nossa entrevista exclusiva. Portanto, te convido agora a conhecer um pouquinho mais da belíssima Miss Terra Brasil 2013:

Priscilla Martins

Priscilla Martins

Quando começou o seu contato com o mundo dos concursos de beleza e por que você quis se tornar uma miss?

PRISCILLA: Desde criança, admirava concursos de beleza e sempre participei de desfiles e eventos relacionados à beleza. Em 2010, com 19 anos de idade, participei do meu primeiro concurso de Miss. E, a partir de então, fui conquistando meu espaço e aproveitando as oportunidades para que meus sonhos, nessa carreira, pudessem ser realizados.

Como foi sua preparação para o Miss Terra Brasil? Precisou mudar a alimentação, deixando de lado alguma coisa que adora comer? E complementando a pergunta, pretende alterar algo nesta preparação especificamente para o Miss Earth?

PRISCILLA: A preparação para o Miss Terra Brasil foi muito intensa. Desde quando fui eleita Miss Terra Minas Gerais, comecei uma nova fase de extrema dedicação e muita disciplina para manter um equilíbrio físico, emocional e intelectual. Durante um ano, estive engajada nos estudos para a elaboração do meu projeto ambiental; participei de atividades, palestras, congressos; além de estar totalmente empenhada em aulas de oratória, passarela, inglês e atividades físicas, conciliadas com tratamentos estéticos, para manter o corpo em forma. É claro que, quando se fala em “manter o corpo em forma” logo vem a necessidade de se “privar” de certos alimentos. E confesso que me privei de muitas coisas, desde quando resolvi seguir a carreira de Miss. Nós, misses, trabalhamos com nossa imagem e, assim, devemos ter uma boa consciência alimentar. Evito doces, refrigerantes, frituras… Enfim, sigo uma dieta rigorosa, no sentido de ter uma alimentação saudável, nada de dietas radicais, e junto, sou rigorosa, também, com os exercícios físicos. Tudo para manter a forma e, claro, levar uma vida saudável.

Para o Miss Earth, a preparação não tem sido tão diferente, apenas um pouco mais intensa [risos]. Até porque, quanto maior a responsabilidade, maior é a intensidade de cobranças. Agora, represento nosso país e, por isso, o compromisso é redobrado. Sou uma pessoa muito dedicada e disciplinada. Estas virtudes me fazem levar toda minha preparação muito a sério. Eu venho de um período que me exigiu um intenso preparo. Isso tem me ajudado (e muito) a manter os mesmos comportamentos para conquistar mais um sonho, que é o título mundial.

O que é mais difícil para você: desfilar para o público e para os jurados ou a competição com as outras candidatas?

PRISCILLA: Para mim, o mais difícil é desfilar para o público e para os jurados, uma vez que o resultado final, que é o grande objetivo da candidata, depende da opinião deles que muitas vezes nos conhecem muito pouco. E é na passarela que devemos mostrar todo um conjunto que envolve técnica, desenvoltura, intelectualidade, auto-confiança e plástica para conquistar o voto. É por isso que procuro, ao máximo, não me preocupar com a concorrência, ficando 100% focada nos meus objetivos. Enquanto que, as candidatas, no decorrer do concurso, devido ao tempo de convivência, se tornam amigas e deixam de ser concorrentes ao ponto de existir uma difícil competição.

Priscilla Martins

Em 2012 a norte-americana Olivia Culpo (1,68 m de altura) conquistou o Miss Universo. Na sua opinião, isso representa uma quebra de paradigma ou miss ainda precisa ser alta (sendo que a altura média das brasileiras, segundo o IBGE, é de 1,61 m)?

PRISCILLA: Na minha opinião, a altura de uma miss de, no mínimo 1,70m, faz parte e é super importante para compor o conjunto de requisitos que um concurso de beleza exige. Eu não considero a eleição de Olívia uma quebra de paradigma. Quero apenas acreditar que, no geral, as virtudes dela, como candidata, compensaram o fator altura, ou seja, considerando todos os outros pré-requisitos que o Miss Universo exige, a altura dela, abaixo dos padrões normais, não foi empecilho o suficiente para “atrapalhar” o seu conjunto como um todo.

Pretende seguir uma carreira paralela a de modelo? Se sim, qual seria?

PRISCILLA: A carreira de Miss me possibilitou enriquecer meu conhecimento sobre o mundo da moda, passarela, fotografias… Como Miss, tenho realizado muitos trabalhos fotográficos e é algo que me atrai, caso eu tenha uma carreira paralela a de modelo.

O que você gosta de fazer no seu tempo livre e o que teve de abdicar para se preparar para esta carreira?

PRISCILLA: Durante toda minha preparação tive que me abdicar de estar mais próxima da minha família. Sempre digo que a maior dificuldade que eu enfrento é a distância dos meus pais, irmã, familiares e amigos. E, por isso, no meu tempo livre, gosto de estar com minha família e amigos. Neste tempo, gosto também de assistir filmes, ler, ouvir música… Enfim, fazer coisas que relaxam [risos].

Quem é sua inspiração (pessoal ou profissional ou ambos) e por quê?

PRISCILLA: Meus pais, sem dúvidas, são minha inspiração pessoal. Sou uma pessoa muito “apegada” à minha família e tenho uma forte admiração por eles. Costumo dizer que a felicidade deles é o motivo da minha. Eles são pessoas bem educadas, excelentes profissionais, exemplos como pessoa e como casal, dentre tantas outras qualidades que me inspiram a ser uma pessoa cada vez melhor. Como Miss, tenho várias inspirações, mas existe uma Miss, em especial, que me inspira de uma maneira diferenciada: Camila Brant, Miss Terra Brasil 2012. É uma profissional do mundo miss de grande gabarito. Tive a oportunidade de acompanhar um pouco da trajetória dela mais de perto e de todo seu sacrifício para chegar aonde chegou e, por isso, a tenho como uma grande inspiração.

Priscilla Martins e Camila Brant
Miss Terra Brasil 2013, Priscilla Martins com a Miss Terra Brasil 2012, Camila Brant

Compartilhe um segredo de beleza com as leitoras.

PRISCILLA: Hoje em dia, as mulheres tem tido uma preocupação especial com o corpo. Tendo em vista este fato, não sei se é, na verdade, um segredo, mas acredito que seja uma dica: devemos nos preocupar, acima de tudo, em manter uma vida saudável, sem se entregar às dietas radicais que podem prejudicar a saúde, futuramente. Fazer uma dieta com alimentação saudável e levar a sério os exercícios físicos é, sem dúvidas, a maneira correta de manter uma boa forma. Tenha isso como um estilo de vida e não como uma obrigação. Dessa forma, tudo fica bem mais fácil e, claro, prazeroso.

Para terminar, que conselho você daria para as meninas que sonham trabalhar como modelo e/ou entrar para o mundo dos concursos de beleza?

PRISCILLA: Na minha opinião, a garota que tem o sonho de seguir esta linda carreira deve desenvolver o que é, na essência e caráter, de forma que siga sempre pelo caminho do bem; ser humilde para aceitar derrotas e vitórias; ter determinação, foco e disciplina, que são ingredientes indispensáveis para conquistarmos nossos sonhos; que ela tenha equilíbrio emocional para receber críticas e, principalmente, que tenha sabedoria para aceitar aquelas que são construtivas. Sou uma pessoa muito devota a Deus e à Nossa Senhora e acredito que este é meu grande diferencial, pois, acima de tudo, aconselho que tenhamos FÉ no caminho que nos foi traçado. Nesta caminhada, devemos fazer nossa parte de forma compromissada e sermos sábios o bastante para entender o que o tempo de Deus traz para nossas vidas.