Representante de São Paulo capital, Karen Porfiro foi eleita Miss São Paulo 2017, tornando-se a primeira candidata do Miss Brasil 2017. O segundo lugar foi para Bruna Zanardo, de Laranjal Paulista, enquanto Iamonike Helena, de Jales, fechou o top 3. A grande final do certame foi realizada em 25 de março, no Palácio das Convenções do Anhembi, na capital paulista, com transmissão ao vivo da BAND.

Além da vaga no Miss Brasil, Karen foi premiada com uma joia da grife Dryzun, um relógio da marca Bulova, uma viagem de sete dias para uma unidade Village do Club Med, além da cobiçada coroa cravejada com 500 cristais Swarovski.

2º e 3º lugares ganharam três diárias para uma unidade Village do Club Med além de um relógio da marca Bulova.

Karen, que foi Miss Minas Gerais em 2014, superou outras 19 candidatas para conquistar a coroa. E as seletivas que definiram essas 20 (não mais 30) candidatas finalistas aconteceram nos dias 11 e 17 de fevereiro; elas foram apresentadas em 21 de fevereiro e “confinadas” em 16 de março.

AVISO: Recebi via e-mail a imagem abaixo; trata-se de uma observação que consta na página 15 do Regulamento:
“IMPORTANTE: se você já foi Miss Estadual em algum concurso anterior licenciado pelo Miss Brasil Universo, fica proibida a participação nos futuros concursos Miss Brasil Universo representando outro Estado.”

Regulamento do Miss Brasil

Parece que a organização se manifestou, apenas para o site EGO, que pertence à Globo; afinal eles só respondem à quem julgam importantes, certo? E leia o que disseram:

“A organização do Miss Brasil Be Emotion explicou que o regulamento que está circulando na web é o do ano passado. Em 2017, algumas cláusulas foram revistas e retiradas, entre elas, essa em questão.
Agora uma Miss estadual pode concorrer depois por outro Estado, mas somente dois anos após sua vitória. Ela também precisa comprovar algum vínculo com o novo Estado que irá representar. No caso de Karen Porfiro, ela mora na cidade de São Paulo há dois anos.
O novo regulamento também determina que “a candidata que participar de um concurso estadual ou municipal e não for vencedora não poderá participar de outro concurso estadual Miss Brasil Universo no mesmo ano”. Uma candidata ao Miss São Paulo 2017 que não saiu vencedora não pode tentar, por exemplo, o Miss Minas Gerais 2017.”

Isso não confere. O regulamento estava claro e foi alterado apenas depois que toda a confusão se formou. Dezenas de pessoas capturaram a tela onde o trecho era claríssimo.

E o mais grave: pelo menos três respeitados coordenadores, que há muitos anos enviam candidatas ao concurso, se manifestaram confirmando ter e-mails da organização avisando que as regras que estavam valendo eram as mesmas do ano passado, e que o dito novo regulamento só foi alterado no dia seguinte ao Miss SP, quando a polêmica veio à tona.

Enfim, ao não reconhecer o erro, quem infelizmente deve pagar o pato será Karen Porfiro, que não deverá contar com grande parte da torcida que se sentiu enganada pelo erro e principalmente pela forma que este foi “corrigido”. Uma pena.

A data da grande final foi confirmada pela organização apenas no dia 02 de fevereiro, e esse adiantamento em relação ao ano passado parece que não foi muito bem comunicado entre a organização e os próprios coordenadores, já que impossibilitou a realização de diversos municipais, entre eles Ribeirão Preto que a princípio avisou que não enviaria candidata e apenas pela realização da segunda seletiva conseguiu enfim coroar representante a tempo.

Miss São Paulo 2017: Resultado oficial

Eis o resultado completo da edição 2017 do Miss São Paulo 2017:

Vencedora: (Município de São Paulo) Karen Porfiro
2ª colocada: (Laranjal Paulista) Bruna Zanardo
3ª colocada: (Jales) Iamonike Helena

Completaram o TOP 5 do Miss SP:

(São Sebastião) Isabela Burgui
(Tatuí) Isabela Cetraro

Completaram o TOP 8 do Miss SP:

(Itirapina) Marjorie Rossi
(Limeira) Giovana Ortiz Camolesi
(São Caetano do Sul) Stefany Salles

Completaram o TOP 12 do Miss SP:

(Águas de Lindóia) Brena Giovanska Mosna
(Jahu) Luisa Caleffi
(Ribeirão Preto) Marcela Araki
(São José dos Campos) Stephanie Pröglhöf

Outras premiações do Miss SP:

Vencedora do Desafio de Customização com Walerio Araújo e Cavalera:
(Limeira) Giovana Ortiz Camolesi

Miss Be Emotion (quem melhor se maquiou, escolhida por Saulo Fonseca)
(São José dos Campos) Stephanie Pröglhöf

Jurados do Miss São Paulo 2017

Estes foram os jurados que elegeram a Miss SP 2017, Karen Porfiro:

  • Alberto Hiar (fundador da Cavalera)
  • Alexandra Loras (ex-consulesa da França em SP e autora)
  • Astrid Fontenelle (jornalista e apresentadora)
  • Camila Lima (editora da revista Marie Claire)
  • Danilo Borges (Fotógrafo)
  • Kadu Dantas (especialista em lifestyle)
  • Marcos Proença (cabeleireiro)
  • Pathy Dejesus (DJ)
  • Samuel Cirnansck (estilista)
  • Walério Araújo (estilista)

Enquete do Miss São Paulo 2017

*E o resultado da nossa tradicional enquete sobre quem seria eleita Miss SP Universo Be Emotion 2017 foi:

Resultado da enquete Miss São Paulo 2017

*A votação do Curiosando não possui qualquer influência sobre o resultado
do concurso da Band/Be Emotion e serve apenas para entretenimento.

Ano passado, Polishop/Band já haviam antecipado o estadual em relação a edições anteriores, com o Miss São Paulo acontecendo no final de maio, e a seletiva no começo do mesmo mês. Será uma tendência de finalmente permitir um tempo maior para as vencedoras estaduais e consequentemente para a Miss Brasil no Miss Universo, como já cansam de fazer Venezuela, Colômbia, Estados Unidos etc…?

Bem antes de publicar este post, tentei (como sempre faço), confirmar algumas informações com a diretora da franquia Miss Brasil Universo, Karina Ades, mas infelizmente não obtive resposta. É estranho, mas não me retornaram nenhum dos últimos contatos que tentei, desde o ano passado. E infelizmente a assessoria de imprensa da Polishop só me repassa o contato da senhora Karina; gostaria de entender qual o problema em informar e divulgar os concursos. É como se a Globo desencorajasse sites que comentam e divulgam seus programas. Qual o sentido disso?

A edição passada do “Miss São Paulo Univer, ops, Be Emotion” já havia trazido algumas pequenas mudanças, como a coroação da vencedora em traje de gala ao invés de maiô, por exemplo, mas o formato em si é um tanto engessado então é difícil alguma inovação em relação a isso.

Tanto que as aguardadas “mudanças” que tivemos esse ano não agradaram muito. A organização divulgou nota com declarações de Karina Ades, onde pincei alguns trechos relevantes:

“Temos um poder fundamental no empoderamento das mulheres, na medida em que damos voz a elas, reforçando e valorizando as características femininas. Transformando a Miss em uma influenciadora, uma representante da sociedade”.

“O concurso ganhará disputas, que avaliam o desempenho com a moda, mas que também evidenciam a personalidade e a vivência de cada uma”.

A única novidade realmente interessante, em minha opinião, foi a presença das misses SP Francine Pantaleão (2012), Bruna Michels (2013), Fernanda Leme (2014) e Jessica Vilela (2015) que participaram da grande noite apresentando algumas atrações. Elas sim merecem destaque. Espero que o mesmo se repita este ano nos demais estaduais e no ano que vem, já com a presença de Karen Porfiro na etapa paulista.

Agora convenhamos, essa história de “empoderamento”, palavra da moda, num concurso de BELEZA parece ser uma tentativa de alavancar alguma divulgação (mesmo que eles não façam a mínima questão de divulgar nada para quem acompanha e cobre os concursos há muitos e muitos anos). Falam de mudar dinâmica, conceito etc, mas na hora trazem o “quiz”, totalmente desnecessário, que pelo menos nessa edição não teve as bobagens do tipo “que barulho você não gosta”; haja paciência.

E o que dizer da apresentação de abertura em que as misses entram carregando cartazes ao som de funk ou sei lá o que?!?!?!?!?! Som que aliás era tão alto que quase não dava para escutar o nome de algumas candidatas que se apresentavam durante a música.

Sem falar na redução das candidatas, de 30 para 20. Foi tão difícil assim conseguir manter o número tradicional de candidatas ou foi corte de custos devido à crise? Enfim. O jeito é torcer para novidades BOAS em 2018.

É tão simples! A grande maioria dos fãs e missólogos, responsáveis pela existência dessas franquias (os organizadores parecem não se dar conta disso) querem que a eleita seja a mais bela. Simples assim. Essa conversa de atitude etc pode até garantir uma volta ao TOP 5 do Miss Universo, mas isso basta? No final quem vence é a mais bela, e se tiver uma boa oratória, melhor!

Você prefere que a Miss Brasil fale inglês fluente e tenha excelente oratória ou que seja a mais bela? Oratória e inglês melhoram com treino; já a beleza fica um tanto difícil, ainda mais com o pouquíssimo tempo de preparação antes do Miss Universo.

Enfim, vamos deixar este espaço para Karen Porfiro e as belas candidatas que disputaram a sucessão de Sabrina Paiva, que parou no TOP 10 do Miss Brasil, mantendo o longo tabu dos paulistas no nacional; a última a conquistar a coroa foi Valéria Peris, em 1994.

Miss São Paulo 2017 | Últimas Notícias

Este espaço foi reservado para notícias relevantes sobre o concurso; veja as principais:

02 de fevereiro | A data marcou a confirmação da seletiva do dia 11 de fevereiro.

07 de fevereiro | Neste dia a organização avisou que a edição 2017 contaria com apenas 20 candidatas e não 30 como tradicionalmente acontecia.

11 de fevereiro | A organização divulgou que 68 candidatas participaram da primeira seletiva.

14 de fevereiro | Descobrimos que uma nova seletiva seria feita, em 17/02.

21 de fevereiro | Divulgaram finalmente as 20 candidatas que disputariam a coroa de Miss SP, além de confirmarem o dia 25 como data da grande final.

10 de março | Anunciada a venda de ingressos, que custaram R$ 120.

11 de março | As misses posaram para as fotos oficiais, divulgadas em 15 de março.

16 de março | Candidatas se apresentaram para o confinamento.

20 de março | Neste dia as candidatas desfilaram de biquíni para o júri técnico, composto por Camila Lima (editora da revista Marie Claire), David Pollak (stylist) e Adriana Bechara (consultora de moda), responsável pela escolha do TOP 12. Assista o desfile:

22 de março | As misses Francine Pantaleão, Bruna Michels, Fernanda Leme e Jessica Vilela passaram o dia ensaiando para a grande final.

Francine Pantaleão, Bruna Michels, Fernanda Leme e Jessica Vilela

24 de março | A organização anunciou que os vestidos de gala seriam de responsabilidade do estilista Samuel Cirnansck.

Candidatas do Miss São Paulo 2017

Veja as 20 belas finalistas que estrelaram o Miss São Paulo Universo Be Emotion 2017, conquistado por Karen Porfiro. As fotos oficiais foram feitas por Marcelo Soubhia; já as fotos de biquíni (terceiras da esquerda para a direita) são do desfile para o júri técnico, quando o fotógrafo foi Rodrigo Trevisan:

Miss Águas de Lindóia – Brena Giovanska Mosna

Águas de Lindóia - Brena Giovanska Mosna

Miss Bauru – Eloísa Andrade

Miss Bauru - Eloísa Andrade

Miss Guarulhos – Nayara Uritan

Miss Guarulhos - Nayara Uritan

Miss Itapetininga 2017 – Leticia Lobo

Miss Itapetininga 2017 - Leticia Lobo

Miss Itirapina – Marjorie Rossi

Miss Itirapina - Marjorie Rossi

Miss Jaboticabal – Natália Correa

Miss Jaboticabal - Natália Correa

Miss Jacareí – Jessica Andras

Miss Jacareí - Jessica Andras

Miss Jahu – Luisa Caleffi

Miss Jahu - Luisa Caleffi

Miss Jales – Iamonike Helena

Miss Jales - Iamonike Helena

Miss Laranjal Paulista – Bruna Zanardo

Miss Laranjal Paulista - Bruna Zanardo

Miss Limeira – Giovana Ortiz Camolesi

Miss Limeira - Giovana Ortiz Camolesi

Miss Mongaguá – Raquel Janofsky

Miss Mongaguá - Raquel Janofsky

Miss Município de São Paulo 2017 – Karen Porfiro

Miss Município de São Paulo 2017 - Karen Porfiro

Miss Pindamonhangaba – Núbia Gouvêa

Miss Pindamonhangaba - Núbia Gouvêa

Miss Ribeirão Preto – Marcela Araki

Miss Ribeirão Preto - Marcela Araki

Miss São Caetano do Sul – Stefany Salles

Miss São Caetano do Sul - Stefany Salles

Miss São José dos Campos – Stephanie Pröglhöf

Miss São José dos Campos - Stephanie Pröglhöf

Miss São Sebastião – Isabela Burgui

Miss São Sebastião - Isabela Burgui

Miss Sumaré 2017 – Isabelle Brenelli

Miss Sumaré 2017 - Isabelle Brenelli

Miss Tatuí – Isabela Cetraro

Miss Tatuí - Isabela Cetraro

É isso. Este foi o post da edição 2017 do Miss São Paulo; e aí, gostou de ver Karen Porfiro coroada?